Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/11/2006 15:24

Senado aprova jornada integral para o ensino fundamental

Luciana Vasconcelos, da Agência Brasil

A Comissão de Educação do Senado aprovou projeto que determina tempo integral para estudantes do ensino fundamental. A proposta, do senador Marcos Guerra (PSDB-ES), será encaminhada para apreciação do plenário da casa, onde poderá passar por alterações, e depois para a Câmara dos Deputados.

O projeto modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Determina que no ensino fundamental a carga mínima anual será de 1.400 horas (hoje são 800), e mantém para o ensino médio o mínimo de 800 horas, distribuídas por um mínimo de 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver.

De acordo com o texto, o regime de tempo integral incluirá atividades de acompanhamento pedagógico e oficinas culturais, recreativas e esportivas, a critério dos sistemas de ensino e das respectivas comunidades escolares.

Em sua justificativa para o projeto, o senador Marcos Guerra afirma que as vantagens da jornada integral são muitas: “Além de proporcionar benefícios pedagógicos inquestionáveis, ao propiciar atividades de reforço e acompanhamento escolar, ela funciona como um mecanismo capaz de contribuir para a inclusão social e o acesso das crianças mais carentes a atividades artísticas, culturais, esportivas e lúdicas”.

Segundo ele, não é exagero afirmar que o regime integral poderia contribuir até mesmo para diminuir os índices de violência e envolvimento juvenil com atividades ilícitas, na medida em que canalizaria as energias das crianças e adolescentes de 6 a 15 anos para atividades na escola.

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que relatou a matéria, disse que, com as crianças mais tempo na escola, os professores deverão ser mais bem remunerados e preparados. “É um projeto que, se for implantado, permitirá às crianças aprender mais, gostar mais da escola, conviver mais com os colegas, ficar menos tempo na rua. Tudo de que o Brasil precisa”, afirmou.

Se o projeto for aprovado no Congresso Nacional e sancionado pelo presidente da República, a mudança deverá ser implementada em cinco anos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)