Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/01/2004 09:00

Senado amplia prazo adaptação ao novo Código Civil

Agência Senado

O Senado aprovou projeto de iniciativa da Câmara dos Deputados (PLC 113/2003) que aumenta de um para dois anos o prazo para que associações, sociedades e fundações se adaptem às disposições do novo Código Civil, que entrou em vigor no início do ano passado. O prazo de dois anos também passará a vigorar para os empresários.

O prazo anterior, considerado exíguo, não pôde ser cumprido por inúmeras empresas e entidades de caráter civil, que teriam apenas um ano para convocar seus integrantes, reunirem-se e deliberar sobre alterações estatutárias.

Ao apresentar o projeto na Câmara, o deputado Pastor Francisco Olímpio (PSB-PE) justificou que o prazo estipulado anteriormente, de um ano, impediria que muitas entidades continuassem a funcionar legalmente, já que não teriam tempo suficiente de se adaptar à nova legislação. “Inúmeras associações têm em sua relação de membros milhares e até milhões de pessoas. Exigir que entidades tão grandes, que funcionam em todo o território nacional, (...) alterem seus atos constitutivos em tão pouco tempo, é o mesmo que reconhecer um direito por mera formalidade, inviável na prática”, argumentou.

No Senado, o relator da matéria, que agora vai à sanção presidencial, foi o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), que apresentou parecer favorável, substituindo o senador Marcelo Crivella (PL-RJ), que está em missão nos Estados Unidos, pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE).

Em dezembro de 2003, o Senado aprovou outra alteração no Código Civil. Foi à sanção presidencial o projeto de lei da Câmara (PLC 634/03) que incluiu no rol de pessoas de direito privado as entidades religiosas e os partidos políticos. O texto anterior foi considerado “defeituoso” pelos parlamentares.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)