Cassilândia, Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

Últimas Notícias

11/06/2011 08:24

Semana do Meio Ambiente: PMA realiza barreira educativa

Notícias MS/ Boris Valerio Verbisck

A Polícia Militar Ambiental (PMA), focada na missão de proteger rios e prevenir a pesca irregular, realiza neste sábado (11) barreiras educativas para a distribuição dos materiais lançados em comemoração a Semana do Meio Ambiente. O “Manual do Pescador” e o “Manual Régua de Peixes” trazem regulamentações relativas a pesca e iscas vivas, não apenas para os pescadores do estado, mas como a todos os turistas.

As barreiras serão montadas na região do Indubrasil e nas rodovias BR – 262 e MS – 080, dois quilômetros à frente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), saída para rochedo. No período da tarde, os policiais sairão da MS – 080 para a BR – 060, no posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), região de Sidrolândia. Nestes locais, a PMA espera informar a maior parte dos pescadores, em especial, os campo-grandenses que terão um feriado prolongado na segunda-feira (13).

Os policiais também estarão fiscalizando possíveis infrações e crimes ambientais. Os pescadores continuarão tendo acesso aos manuais com informações nos postos e com equipes de fiscalização da PMA em todo Estado. As demais subunidades da PMA também executarão trabalhos de distribuição do material. A meta é atingir 100 mil turistas, além de pescadores profissionais, durante o ano de 2011.

Os manuais trazem informações sobre piracema, declaração de estoques, tamanhos mínimos de captura de pescado e iscas vivas, petrechos proibidos, áreas de reservas de pesca, rios e trechos em que a pesca é proibida, rios e trechos onde só é permitida a pesca na modalidade pesque-solte, transporte de pescado, licença de pesca e demais informações sobre a legislação pesqueira para a bacia do rio Paraguai e Paraná.

No interior do Estado, a PMA de Aquidauana fará campanha no Posto do Taquarussu, localizado na BR – 262, onde serão distribuídos dois modelos de Manuais do Pescador e um modelo “manual régua”. Neste ano saiu à regulamentação relativa ao transporte, captura e medidas de iscas vivas. De acordo com a PMA, várias iscas passaram a ter tamanhos mínimos para captura, configurando crime a captura em tamanho inferior ao permitido.

Os policiais estarão distribuindo folders, com diversas informações de outros temas ambientais, em um foco educativo da campanha. A importância da campanha informativa é que a legislação pesqueira de Mato Grosso do Sul é bastante restritiva, com relação aos demais estados da federação. Como o Estado recebe milhares de turistas, bem como pescadores do Estado, todos os anos para a pesca desportiva essas informações são de fundamental importância como forma preventiva à pesca predatória.

As informações evitam possíveis injustiças, já que o Código Penal afirma que ninguém escapa da penalidade do ato infrator por alegar desconhecimento da lei. O cidadão precisa ter os mecanismos de informações, a lei de crimes ambientais prevê pesadas penalidades criminais e administrativas para quem pratica pesca predatória. A lei 9.605/98 prevê prisão de 01 a 03 anos aos autuados por pesca predatória, enquanto o Decreto Federal 6514/2008, que regulamenta a parte administrativa desta Lei, prevê multas de R$ 700 a R$ 100 mil reais e mais R$ 20 reais por quilo do pescado irregular.

A pessoa pode ser presa, encaminhada à Delegacia de Polícia, onde é autuada em flagrante delito, podendo sair sob fiança não sendo reincidente e, ainda ter todo o produto da pesca, barcos motores e veículos apreendidos. Na reincidência não há fiança, não importa se capturou apenas um exemplar de peixe ou isca viva fora da medida. Dessa forma, a informação é muito importante.


André Farinha

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 19 de Fevereiro de 2018
Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
10:00
Receita do dia
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)