Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/01/2008 11:51

Sem-terra bloqueiam rodovias; tropa de choque é acionada

Nadyenka Castro/Campo Grande News

Os sem-terra iniciaram nesta sexta-feira (25 de janeiro) o movimento em protesto a possibilidade de troca na direção do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Mato Grosso do Sul. Dois trechos da BR-163 estão bloqueados por trabalhadores rurais. O governo do Estado já disponibilizou a tropa de choque da PM (Polícia Militar) para desobstruir a via. Cerca de 60 policiais vão para os locais.

Estão bloqueados o Km 418, no distrito de Anhanduí, a cerca de 50 quilômetros de Campo Grande, e o Km 104 em Naviraí, no trevo de acesso ao Paraná. No distrito da Capital cerca de 150 pessoas estão na rodovia. O bloqueio é feito com pedaços de madeira. Há crianças e mulheres.

De acordo com Sebastião Rodrigues Oliveira, da coordenação da FAF (Federação da Agricultura Familiar), todas as entidades ligadas aos sem-terra querem a manutenção do atual superintendente do Incra, Luís Carlos Bonelli. “Se ele não ficar com certeza o Estado vai sofrer com isso”, disse Oliveira se referindo a possibilidade de mais bloqueios nas rodovias.

O senador Valter Pereira (PMDB-MS) indicou ontem Flodoaldo Alencar para o Incra. Representantes dos sem-terra dizem que Flodoaldo faz parte do MNP (Movimento Nacional de Produtores) e não tem interesse em promover a Reforma Agrária.

Caso a PM tente tirar os sem-terra da rodovia, Oliveira afirmou que haverá resistência. “O que vier nós vamos resistir. Se achar que deve bater vai ter que agüentar as conseqüências”.

O congestionamento nos dois trechos já é grande. Em Naviraí a fila de veículos é de pelo menos quatro quilômetros nos dois sentidos (Naviraí-Itaquiraí). Há congestionamento também na via que dá acesso ao Paraná.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) já pediu à Justiça reintegração da rodovia. A intenção é assegurar o direito constitucional de ir e vir de todos. Policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) vão para os locais.
(Colaborou o repórter Umberto Zum, do Ta na Mídia Naviraí)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)