Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/02/2005 14:32

Sem-terra bloqueiam BR em Chapadão do Sul

Jovemsulnews (Norbertino)

Nesta manhã, os sem-terra acampados à margem da BR 060 bloquearam a rodovia, em frente ao acampamento, das 8 horas às 10h40, em cumprimento à programação da Semana Nacional de Luta pela Reforma Agrária, deflagrada pela FETRAGRI-MS, Federação dos Trabalhadores na Agricultura, CONTAG Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura e STRs Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.

As entidades organizaram o movimento pelo não cumprimento das metas de assentamento do Governo Federal em Mato Grosso do Sul, pela morosidade do INCRA, Instituto de Colonização e Reforma Agrária na reestruturação de assentamentos, pela lentidão do INCRA em firmar convênios de assistência técnica e pelo não atendimento das propostas dos trabalhadores rurais quanto ao novo modelo de reforma agrária. No sistema em reformulação há redução considerável do tamanho da área por família e disponibilidade de apenas uma pequena parte para uso individual.

Afirmam os manifestantes, que no período de 2002 a 2004 nenhuma família foi assentada em Mato Grosso do Sul. O movimento considera assentada a família realmente estabelecida no lote, o que de fato não aconteceu. Os assentamentos ditos “existentes” estão em fase de implantação.

Das famílias acampadas no estado, 12.841 são representadas pela FETAGRI-MS e estão estabelecidas em 91 locais. As 15.496 famílias assentadas em Mato Grosso do Sul ocupam apenas 1,38% da área total do estado, enquanto as grandes propriedades ocupam 78% da área. Com isso, a reforma agrária é uma política pública importantíssima para diminuir a concentração fundiária e contribuir para a geração de emprego e distribuição de renda, além de produzir alimentos mais baratos, diz nota distribuída pelos manifestantes.

O manifesto de Chapadão do Sul foi elaborado pelos sindicatos dos trabalhadores rurais de Chapadão do Sul, com 90 famílias, de Cassilândia, com 30 famílias e pelo sindicato de Costa Rica, com 34 famílias.

Compareceram ao movimento, os presidentes dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, João Vaz Leonel, de Cassilândia, Maria Aparecida de Lima Silva, de Chapadão do Sul e Antônio Peres Vergara, de Costa Rica.

Antônio Peres encaminhou carta à CONTAG onde informa o local e horário do movimento em Chapadão do Sul e denuncia a FETAGRI-MS de ser lenta e de usar os sem-terra como “testa-de-ferro”. Lembra na carta, que os seus funcionários estão empregados enquanto os trabalhadores sofrem nos acampamentos.

Para garantir a segurança no local, compareceram a polícia Rodoviária Estadual, de Paranaíba, policiais militares de Chapadão do Sul e do Paraíso e ainda equipes do COB, Comando de Operações do Bolsão e ROTAI, Rotas Táticas do Interior.

O tenente Sílvio, da Polícia Militar de Cassilândia, parabenizou os manifestantes pela luta de seus ideais e por fazerem o movimento pacificamente.

Provocou o movimento congestionamento na estrada. Entre os veículos parados estava um ônibus da São Luís, que ficou retido no local com seus passageiros por mais de duas horas. Outros motoristas, conhecedores da região, optaram por rotas secundárias em estradas de terra e furaram o bloqueio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)