Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/01/2010 19:02

Seja o amigo oculto de alguém por toda a vida

O Ministério da Saúde promoveu um amigo secreto diferente neste fim de ano. Com o tema "Seja o amigo oculto de alguém por toda a vida", a Campanha Nacional de Doação de Medula Óssea foi lançada dia 22 de dezembro e busca ampliar o cadastro de doadores no Brasil, amenizando o sofrimento dos pacientes com leucemia.

Originado na medula óssea, este câncer diminui a produção de células sanguíneas normais, causa transtornos como anemias, dores de cabeça nos ossos e articulações, prejudica a qualidade de vida e pode levar à morte. Clique aqui e veja a campanha.

Hoje, o Brasil tem o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da Alemanha (veja gráfico). Instalado no Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula (Redome) ultrapassou a marca de um milhão de pessoas inscritas. O número é de 1.369.754 doadores, um crescimento de 10.814% em relação a 2001 (veja quadro), quando havia 12.550 pessoas registradas. Com a ampliação, o Brasil alcançou a meta do Programa Mais Saúde três anos antes da data prevista. O objetivo era alcançar 920 mil doadores até 2011.

Mesmo com o avanço, os pacientes com leucemia ainda enfrentam dificuldade em encontrar um doador compatível. Quando não há um parente próximo que possa doar, a solução para o transplante é justamente procurar um doador no Redome. Porém, estima-se que, para um milhão de pessoas, há apenas um doador compatível.

Atualmente, 979 pacientes estão em busca de um doador compatível no Brasil. “O ideal seria que todos os jovens e adultos fossem doadores, pois aumentaria a chance de quem necessita encontrar um doador o mais rápido possível. A medula óssea recompõe-se em poucos dias e não faz falta para quem doa. A falta de informação é, sem dúvida, o maior obstáculo na luta contra a leucemia”, afirma o secretário de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame.

(Informações do Ministério da Saúde)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)