Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/04/2014 17:00

Seicho-No-Ie: Feliz Páscoa... Bom Renascimento!

Por Fernando Loch - Seicho-No-Ie do Brasil

Pouco mais de dois mil anos se passaram e novamente celebramos a Páscoa. Podemos dizer que mesmo os não Cristãos as Celebram agora. Uma festa de Família, uma sexta de reflexão, um sábado de contrição e um domingo de alegria... RENASCER!

Ainda que não tenhamos nascido em berço cristão, esta época da páscoa tornou-se um momento para reavivar nossa vontade de mudar, de renascer. Mais do que apenas dar e ganhar chocolates, todos somos instigados pelo “motivo” da Páscoa a olhar pra dentro e responder por nós mesmos. A morte de Jesus, o Nascimento de Cristo... RESSURREIÇÃO! Um significado ainda maior está inserido nesse contexto de mudança e renascimento, o perdão de nós mesmos e a necessidade de perdoar nossos semelhantes.

Cobertos de culpa e carregados de ressentimentos, muitas vezes nossa jornada torna-se um fardo pesado demais, e constatação de que erramos nos impõe, muitas vezes, uma punição excessiva. Somos convidados a refletir sobre nós mesmos como modo de redirecionar nossas vidas, não como embate jurídico. Mais importante que saber que erramos é não julgar-se tão mal por fazê-lo. Talvez passe despercebido, mas o significado ontológico da Páscoa é Nossa Natureza Divina, isenta de pecado. Não bastasse nossa Semelhança a Deus, seu próprio Filho, morre para nos salvar. Salvar de nós mesmos.

Persistindo a ideia do pecado, seremos movidos pela ideia de autopunição e em nossos subconscientes seremos levados a expiá-lo, operando de modo inconsciente para encontrar mecanismos e oportunidades que nos permitam sofrer para pagar por nossos erros. Ainda que não concordemos com essa ideia autodestrutiva, seu reflexo pode ser percebido sem esforço, ao mergulharmos nas dificuldades a que nos impomos. Não existe necessidade de sofrimento, tão pouco de expiação, necessidade há apenas de arrependimento e, mais ainda, de Perdão! Jesus que nos Salvou a Todos com sua Morte, o fez não no sepulcro quando ressuscitou, mas o fez antes, quando nos perdoou; E dizia Jesus: Pai perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. Lucas 23:34

Um perdão incondicional que nos foi oferecido como meio para que possamos nós também perdoar a nós mesmos, para que possamos seguir em frente, sem carregar os erros irreparáveis do passado, mas com a garantia de mudança para o por vir, mas principalmente, um perdão que nos convida a fazer o mesmo, que nos conclama ao perdão do outro, também incondicional, mesmo que nos tenham prejudicado, ferido ou traído...

Perdoemos nós também aos que nos tenham ofendido e não nos deixemos cair em tentação, livrando-nos do mal... Amém. Siga em Paz, RENASCIDO!

★ Fernando Loch - Arquiteto com MBA em Gerenciamento de Projetos, realiza palestras/aulas nos Ciclos de Estudos da Prosperidade promovidos pela Seicho-No-Ie do Brasil, por todo o país. Contato: (48) 9922-8618 e 3248-5977 ou cicloflorianopolis@gmail.com e https://www.facebook.com/ciclodeestudosdaprosperidadeflorianopolis

Sou um "não-cristão" e afirmo: A Páscoa não é comemorada como uma sexta de reflexão, ou para viver um 'momento para reavivar nossa vontade de mudar, de renascer.' nem mesmo pela maioria dos 'cristãos'.
A Páscoa, hoje, é comercio, ovos, coelhos humanoides e mensagens vazias por parte de entidade religiosas.
A Páscoa deveria ser uma comemoração com atos de amor, solidariedade: Visitar orfanatos, asilos, doar sangue. Mesmo os 'não-cristãos'.
Também convido os 'cristãos' a comemorar o no dia 8 de dezembro a Iluminação do Buda Sakyamuni.
 
Everton em 16/04/2014 11:16:32
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)