Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/11/2013 06:50

Segunda etapa de vacinação contra aftosa vai até 30 de novembro

Agência do Rádio

Começa no Mato Grosso do Sul, nesta sexta-feira, primeiro de novembro, a segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa, que se estende até o fim do mês. Para ajudar na identificação dos animais de áreas de fronteiras que vão receber a vacina, brincos eletrônicos que emitem informações via satélite vão ser implantados nos bovinos. De acordo com a diretora de defesa sanitária animal e vegetal do Mato Grosso do Sul, Maria Cristina Carrijo, os dados contidos nos brincos vão para a Guia de Trânsito Animal do Ministério da Agricultura, a GTA. O dispositivo é gratuito, e a partir de agora o uso é obrigatório por todos os rebanhos de fronteira que forem vacinados.

 

"A região de fronteira, como é uma região de risco, o governo do estado lançou agora um programa que é de identificação eletrônica. Então esses animais serão 'brincados' eletronicamente. Toda a sua movimentação e sua ficha individual será lançado em um programa."

 Tendo como vizinhos Paraguai e Bolívia, a preocupação do Mato Grosso do Sul com a imunização dos animais é ainda maior, principalmente ao analisar o histórico de infecções pela doença nesses países. O criador de gado e vice-presidente da Associação dos Criadores do Mato Grosso do Sul, Jonathan Barbosa, afirma que o cuidado é essencial para manter a aftosa longe da região.

"A interferência internacional que não tem sido favorável para nós, mas eu tenho atendido tudo que manda nas etapas de vacinação. E assim, os meus vizinhos, como todos aqueles que eu conheço, têm tido essa responsabilidade. Nós não queremos a aftosa no Brasil, nós não queremos a aftosa no Mato Grosso do Sul. O produtor não gostaria que viesse indiretamente ser prejudicado."

 A previsão é de que 100% do rebanho sul-mato-grossense seja vacinado até 30 de novembro. Ao todo, o estado possui cerca de 30 milhões de cabeças de gado, sendo quase um milhão só na região de fronteira.

Reportagem, Victor Abreu

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)