Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/07/2013 18:23

Secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, pede demissão

Zemil Rocha, Campo Grande News
Beatriz Dobashi deixa o primeiro escalão do governo Puccinelli (Foto: Arquivo)Beatriz Dobashi deixa o primeiro escalão do governo Puccinelli (Foto: Arquivo)

A secretária de Saúde de Mato Grosso do Sul, Beatriz Dobashi, já não integra o primeiro escalão do governo do Estado. Nesta segunda-feira (1º), ela encaminhou ao governador André Puccinelli seu pedido de demissão, a fim de permitir que todos os fatos referentes à Rede de Combate ao Câncer e envolvendo seu nome sejam apurados.

Dobashi refere-se à gravação de interceptações telefônicas, realizadas durante a Operação Sangue Frio e divulgadas hoje pela TV Morena, que revelam combinação dela com o diretor do Hospital Regional (HR), Ronaldo Queiroz, sobre como tratariam o assunto depois que o Ministério da Saúde solicitou informações sobre o interesse do Estado nos aceleradores lineares para tratamento de pacientes com câncer.

A estratégia acertada, conforme a gravação, é a de convencer o Instituto Nacional do Câncer (Inca) a enviar os equipamentos apenas para o HR e o Hospital do Câncer. Nas conversas gravadas, Beatriz deixa claro que há uma relação próxima com Adalberto Siufi.

Além de colocar o cargo à disposição, há informações de que Beatriz Dobashi também disponibilizará seu sigilo fiscal e telefônico para eventual investigação.

Beatriz Dobashi deixa de assessora Puccinelli após mais de 16 anos. Desde a primeira administração de André na Prefeitura de Campo Grande, ela colabora com o atual governador do Estado, que já está no penúltimo ano da segunda gestão à frente do Executivo estadual.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)