Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/05/2013 07:36

Secretária do município diz que funcionária chega no Lar às 8 hs

Redação
Cecília Imbriani, secretária do Bem Estar SocialCecília Imbriani, secretária do Bem Estar Social

A secretária do Bem Estar Social, Cecília Imbriani, informou ao Cassilândianews que a funcionária de sua pasta vai substituir a funcionária que trabalha a noite no Lar das Crianças, às 8 horas. Ela trabalha no ponto de leite até às 7h30 e terá o espaço de meia hora para chegar ao Lar.

Disse que isso ficou acertado ,ontem com a presidente da entidade Elza Cordoni. A funcionária ficará no local até a solução do impasse.

Leia o que foi publicado sobre o assunto hoje:

 

Convênio do Lar das Crianças pode ser assinado hoje


Bruna Girotto

 

Em conversa com Elza Cordoni, atual gestora da Fundação Lar da Criança Prudenciana Cândida Vilela de Cassilândia (MS), contou ao Cassilândia News que a Secretaria do Bem Estar havia prometido mandar uma moça para ficar no Lar até meio-dia de hoje, em razão das ausências das funcionárias.

Ainda segundo a gestora, ela, juiz, promotoria e procuradora do município realizaram uma reunião nesta terça-feira. Durante o encontro, a procuradora Nadir Gaudioso exigiu que, além de Elza, outra uma pessoa assinasse o convênio da Fundação com a Prefeitura.

O nome de Reni indicado.

Elza disse ainda que estão esperando abrir o banco para regularizar a conta hoje e que, até o meio-dia, o convênio será assinado.

 

Será que 17 crianças do Lar das Crianças serão entregues na prefeitura hoje?


Bruna Girotto

 

No último dia 09 de maio, a promotora de justiça de Cassilândia (MS), Aline Mendes Franco Lopes, concedeu entrevista ao programa Rotativa no Ar sobre o não pagamento dos funcionários da Fundação Lar da Criança Prudenciana Cândida Vilela.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Há quase quatro meses que os funcionários da Fundação Lar da Criança Prudenciana Cândida Vilela de Cassilândia (MS) não recebem seus salários.

A promotora havia dito que se as funcionárias deixassem de trabalhar na fundação, não seria crime de abandono de incapaz. E também que, se as funcionárias abandonassem seus cargos, o MP teria de entregar as crianças do Lar na porta da prefeitura.

Desde a semana passada, o motorista do Lar não trabalha mais. Hoje, as 4 funcionárias que trabalham durante o dia não apareceram para trabalhar, em razão da falta de pagamento.

Quem está no lar, é a moça que trabalha à noite, a espera de alguém chegar.

As informações são de que o Ministério Público foi comunicado ontem de que os funcionários se ausentariam em razão da falta de pagamento.

Em breve, o Cassilândia News terá mais informações sobre o assunto.

 

Lar das Crianças poderá suspender suas atividades
Bruna Girotto

 

Dia 30 de maio fará quatro meses que os funcionários da Fundação Lar da Criança Prudenciana Cândida Vilela de Cassilândia (MS) não recebem seus salários.

Desde a semana passada, o motorista do Lar não trabalha mais. Hoje, as 4 funcionárias que trabalham durante o dia não apareceram para trabalhar, em razão da falta de pagamento.

Quem está no lar, é a moça que trabalha à noite, a espera de alguém chegar.

As informações são de que o Ministério Público foi comunicado ontem de que os funcionários se ausentariam em razão da falta de pagamento.

Em breve, o Cassilândia News terá mais informações sobre o assunto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)