Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/02/2013 12:44

Secretaria de Saúde de Dourados investiga morte de médico por dengue hemorrágica

Paula Maciulevicius, Campo Grande News
Munir tinha 66 anos e morreu neste domingo em Dourados. Conforme a Prefeitura, Munir estava internado e o quadro de saúde era grave. (Foto: Divulgação)Munir tinha 66 anos e morreu neste domingo em Dourados. Conforme a Prefeitura, Munir estava internado e o quadro de saúde era grave. (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Saúde de Dourados já coletou o material e encaminhou para análise em Campo Grande do médico Munir Faker, 66 anos, que morreu neste domingo com suspeita de dengue hemorrágica.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura é prematuro afirmar que a morte foi em decorrência da doença e que não há nenhuma confirmação de que a causa seja dengue hemorrágica ou de qualquer outro tipo.

Conforme a Prefeitura, Munir estava internado e o quadro de saúde era grave. Durante a internação ele teve uma grave infecção e sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral). A Prefeitura informou ainda que não teve acesso ao atestado de óbito de Munir, mas afirma a possibilidade do AVC ter sido a causa da morte.

Munir era filho dos pioneiros Hayel Bon Faker e Carmem Soares Faker. Segundo o jornal Dourados Agora, o corpo está sendo velado no Memorial Primavera e o sepultamento está previsto para acontecer às 16 horas desta segunda-feira, no Cemitério Santo Antônio de Pádua.

O último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, mostra que o índice de casos de dengue continua abaixo da média estadual. No ranking de incidência, o município ocupa a posição 52 de 78, e até então, não havia apresentado nenhum caso de hospitalização, óbito ou agravamento pela doença.

O prazo para resultado do exame, de acordo com a Prefeitura de Dourados, é de 10 dias.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)