Cassilândia, Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

Últimas Notícias

27/03/2015 13:24

Secretaria de Saúde confirma segundo caso de raiva animal em Corumbá

Campo Grande News

A secretaria de Saúde de Corumbá confirmou na manhã desta sexta-feira (27), o segundo caso de raiva animal registrado este mês na cidade. Segundo a chefe do Centro de Zoonoses, Walkíria Arruda, o órgão recebeu a informação de que o resultado do exame realizado em um cão no bairro Popular Nova foi atestado positivo.

Segundo Walkíria, o cão havia atacado a própria dona, que relatou o caso na unidade de saúde onde buscou atendimento. Uma equipe foi à residência e recebeu a informação de que o cão já estava morto e teria sido descartado.

Os agentes foram até o local onde o animal havia sido enterrado e coletaram material, que foi trazido para a Capital. O cachorro não foi vacinado na última campanha já que havia nascido após o período de imunização.

Antes de tomar conhecimento do resultado, o CCZ já havia decidido antecipar a vacinação no bairro. A imunização teria início na manhã deste sábado (28), porém foi antecipada para hoje, com agentes de saúde indo nas casas e orientando a população, como ocorreu no bairro Nova Corumbá, onde foi confirmado o primeiro caso da doença, semana passada.

A imunização prossegue durante o final de semana, inclusive com plantão na sede da instituição da Secretaria de Saúde da prefeitura de Corumbá.

Como precaução, a prefeitura vai capturar cães não domiciliados, que serão encaminhados ao CCZ e ficarão no centro de controle durante três dias onde aguardarão o proprietário, com a carteirinha de vacinação do animal, para ser liberado.

Por isso, a recomendação é de que a população não deixe os animais soltos na rua, já que eles também estão sujeitos a contrair o vírus da doença.

Doença

A raiva é uma doença infecciosa que afeta os mamíferos. Ela é causada por um vírus que se multiplica primeiro nos nervos periféricos e, depois, ataca o sistema nervoso central. Em seguida, atinge as glândulas salivares, de onde se multiplica e se propaga.

Portanto, a transmissão ocorre por meio do contato da saliva via lambida em feridas abertas, mucosas ou arranhões e mordedura. Não existe cura, inclusive no ser humano infectado. Por ocorrer em animais e também afetar pessoas, é considerada uma zoonose.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 24 de Abril de 2017
Domingo, 23 de Abril de 2017
09:00
Maternidade
Sábado, 22 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)