Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/04/2005 14:01

Secretaria de MS em Brasília acompanha coletiva de Lula

Jacqueline Lopes / Campo Grande News

A Secretaria de Estado Extraordinária de Representação e Articulação Institucional, com sede em Brasília, acompanhou esta manhã a primeira entrevista coletiva à imprensa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em dois anos e quatro meses de governo. Na coletiva, Lula destacou a importância da integração dos países da América do Sul, projeto defendido pelo governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT.
O presidente afirmou que a união física dos países vai “facilitar o crescimento e estabelecimento da paz no nosso continente”. Lula se referia ao impasse político que envolve os Estados Unidos e a Venezuela. O país sul-americano rompeu o acordo militar com os Estados Unidos, em vigor há 35 anos.
Segundo informações da assessoria da Secretaria de Estado, Lula falou ainda sobre a política monetária do País. Disse que “os juros não podem ser o único instrumento de controle da inflação”. O presidente falou da necessidade de se criar novos instrumentos de combate à inflação, mas preferiu não adiantar detalhes citando uma frase do deputado Ulysses Guimarães (PMDB), morto em 1992. “Nem tudo o que você pode fazer na economia, você pode avisar antes”, afirmou. E reiterou: “não vou permitir que a inflação volte a ser o grande ladrão do salário do brasileiro”. A meta de inflação para 2005 é de 5,1%. Lula disse ainda que “com mais cobrança, a sociedade pode reeducar o sistema financeiro brasileiro”.
Lula citou as cooperativas como uma forma de baixar os juros. "Sonho em transformar o Brasil no maior país em número de cooperativas do mundo", disse.
Sobre o salário dos militares o presidente afirmou que vai tratar a questão com carinho, procurando uma forma de colocar o aumento dentro das possibilidades do orçamento.
O presidente reforçou que o País está no caminho certo para mudar a vida dos brasileiros. Citou a média de empregos gerados no País – de 91 mil por mês contra 8 mil na época do presidente Fernando Henrique Cardoso – o aumento do salário mínimo, o programa Bolsa Família e a aprovação do Estatuto do Idoso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)