Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/05/2005 06:31

Seca: Ministério admite erro ao não incluir MS na ajuda

Aline Rocha/Campo Grande News

O Ministério da Fazenda reconheceu que errou ao não incluir Mato Grosso do Sul na resolução 3274 do Banco do Brasil, que socorre os estados prejudicados por conta da estiagem. A informação é da comitiva formada por representantes de pequenos agricultores afetados pela estiagem, o deputado estadual Pedro Kemp (PT-MS), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário de MS e o deputado federal João Grandão (PT-MS).
A Comissão de agricultores se reuniu ontem em Brasília com Núcleo Agrário do PT e Ministério da Fazenda. Segundo informações do deputado federal João Grandão e da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, a reunião com o Núcleo Agrário conseguiu angariar mais apoio junto aos setores econômicos do Governo e que podem intervir nas questões de refinanciamento de dívidas e no pedido de concessão de uma bolsa estiagem para que os pequenos produtores se reiniciem o plantio.
Conforme informações da assessoria de imprensa do deputado, o Ministério da Fazenda se comprometeu em solicitar a inclusão do Estado nas resoluções referentes ao socorro aos pequenos produtores dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, afetados pela seca.
Ainda segundo a assessoria, resta ainda a comissão buscar apoio para a retirada do nome dos pequenos produtores do cadastro de devedores, principalmente aqueles que fizeram o chamado aval cruzado: foram avalistas uns dos outros em pequenos financiamentos.
A ida à Brasília, que reuniu mais de 400 pequenos produtores, discutiu a possibilidade de auxílio a mais de 30 mil famílias afetadas pela estiagem no Estado. As perdas chegam em média de 60 a 80% em culturas como o algodão, soja, milho, feijão, e pastagens.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)