Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/08/2005 14:29

Seca e preço baixo agravam a crise

Famasul Notícias

Começou muito difícil o período de entressafra para os produtores de leite do Estado. O preço do litro entregue às indústrias é considerado péssimo, na faixa de R$ 0,40 a R$ 0,42 quando a expectativa era de que estivessem entre R$ 0,50 e R$ 055. Outro fator que está causando preocupação é o retorno de um período forte de seca, agravado pelo registro de baixíssimos índices de umidade do ar, o que está fazendo com que as pastagens, que até uma semana atrás, ainda verdes, estejam secando de forma muito rápida. “E o pior é que, como sempre ocorre, a maioria dos produtores de leite não se preparou para esse período de pouco alimento para as vacas, não preparou silagem”, informa a presidente da Câmara Setorial do Leite de Mato Grosso do Sul,.



Segundo Adriana Mascarenhas, os produtores – a maioria pequeno produtor – são sempre orientados a produzir algum alimento para esse período, mas muitos não seguem essa orientação. Com isso, quando vem a seca, a pastagem desaparece e os animais passam fome e a produção cai. Segundo Adriana, a expectativa é de queda de 40% na produção de leite que em Mato Grosso do Sul é de 470 milhões de litros/ano.



Questionada se com esta queda de produção e como conseqüência menor oferta de leite no mercado, não estaria se prevendo uma majoração nos preços do produto entregue à indústria, ela respondeu: “pior que isso não vai acontecer aqui no Estado, pois a maioria dos laticínios está com grande estoque de produto, seja leite em pó, leite longa-vida, ou mesmo queijos”. Os industriais estão até preferindo que o produtor nem oferte muito nas próximas semanas.



Antônio Salgueiro, um dos que normalmente investe em silagem para ter o que suplementar a alimentação das vacas nesta época, disse que foi difícil, pelos custos da atividade, conseguir produzir silagem neste ano. “Eu consegui produzir, mas menos do que tradicionalmente”, afirmou. Ele se disse assustado com a conjuntura de preços baixos e seca forte nos pastos.

Autor:
Correio do Estado-Rural

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)