Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/10/2005 13:52

SC poderá liberar entrada de produtos do MS e do PR

Inara Silva / Campo Grande News

Após a reunião com secretários de Agricultura de 15 estados brasileiros, do Distrito Federal e representantes do Ministério da Agricultura, o estado de Santa Catarina poderá liberar a entrada de alguns produtos vindos do Mato Grosso do Sul e do Paraná. O secretário de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, participa neste momento da reunião em Brasília.
Desde que foi detectado foco de febre aftosa em Eldorado (MS), na região de fronteira com o Paraguai, Santa Catarina proibiu a entrada de gado, carne processada e derivados vindos dos dois estados. "Precisamos flexibilizar dentro de uma avaliação de risco, o que pode passar e o que não pode", acrescentou o secretário em entrevista à Agência Brasil.
Ele, no entanto, quer saber exatamente a extensão da área com foco de febre aftosa. O secretario disse que Santa Catarina investe R$ 25 milhões por ano na área de sanidade animal, mas nos últimos 3 anos recebeu apenas R$ 700 mil do governo federal. Ontem, o ministro Roberto Rodrigues afirmou que pediu à área econômica do governo a liberação de R$ 78 milhões para a área de defesa sanitária, que estão contingenciados. As informações são da Agência Brasil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)