Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/10/2005 08:13

SC coloca barreira a MS para evitar febre aftosa

Inara Silva/Campo Grande News

A Secretaria da Agricultura e Desenvolvimento Rural de Santa Catarina criou barreiras no Estado para evitar a contaminação do rebanho catarinense com a febre aftosa. A medida foi adotada em função de casos confirmados no Sul do Mato Grosso do Sul. Por este motivo, o governo catarinense proibiu provisoriamente o ingresso e a passagem de animais, produtos, subprodutos e materiais de multiplicação com origem e procedência de estados situados ao Norte de Santa Catarina. As 18 barreiras sanitárias na divisa de Santa Catarina com o Paraná e na fronteira com a Argentina já estão operando em regime de plantão 24 horas.
A instrução normativa também proíbe o ingresso e a passagem de grãos e frutas procedentes de estabelecimentos situados a menos de 25 quilômetros da área considerada de risco sanitário.
Segundo o jornal Diário Catarinense, a confirmação do foco de aftosa em Eldorado (MS) causou preocupação nos produtores e agroindústrias de Santa Catarina. Além da proximidade, pois há somente o Paraná como divisor, a doença poder fechar momentaneamente as exportações do Brasil, inclusive de Santa Catarina.
O presidente do Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados de Santa Catarina (Sindicarnes) e vice-presidente da Perdigão, Paulo Ernani de Oliveira, disse que as reações dos importadores dependem dos acordos sanitários. Alguns países podem suspender as exportações de todo o país e outros apenas do Mato Grosso do Sul.
O acordo com a Rússia, por exemplo, prevê a suspensão das compras de onde ocorreu o foco, neste caso o Mato Grosso do Sul, mais os estados vizinhos, o que atingiria Paraná, São Paulo, Goiás e Mato Grosso. As informações são do Diário Catarinense.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)