Cassilândia, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

28/07/2013 08:00

Saúde reforça Campanha Educativa em MS no Dia Mundial de Luta contra Hepatites

Notícia MS

As hepatites virais são consideradas atualmente um importante problema de saúde em todo o mundo. Tal classificação leva os serviços públicos vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde) a repensar as formas de atuação contra a doença. Em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), em parceria com o Ministério de Saúde, reforça os cuidados e desenvolve Campanhas Educativas em todos os municípios do Estado a partir do dia 28 de julho, dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais.

De acordo com a SES, a Campanha Educativa ampliará os informativos sobre a doença (panfletos, faixas e spots de rádio) abordando os cuidados contra as hepatites virais, sendo primordial que a população tenha conhecimento sobre a sua exposição aos agentes causadores da doença através de exames de sangue, já que as Hepatites são doenças silenciosas.

Hoje, as unidades de saúde contam com a disponibilidade de testes rápidos para a detecção dos vírus da Hepatite B e C. Na tentativa de melhorar a acessibilidade da população à testagem, estes exames estão disponíveis nos SAE – Serviços Ambulatoriais Especializados, existentes nos maiores municípios do Estado (Campo Grande, Dourados, Coxim, Aquidauana, Jardim, Naviraí, Ponta Porã, Três Lagoas, Paranaíba e Corumbá) e nos CTA – Centros de Testagem e Aconselhamento (Campo Grande, Três Lagoas, Dourados, Corumbá e Ponta Porã).

Os mais significativos progressos contra a doença foram: a identificação dos agentes causadores, o desenvolvimento de testes laboratoriais específicos, a disponibilização de testes rápidos, a disponibilidade de vacinas contra a Hepatite B, as novas técnicas moleculares de diagnóstico dos vírus da Hepatite B e C, além da melhoria das condições de higiene e de saneamento das populações, como forma de prevenção à Hepatite A.

Em Mato Grosso do Sul a vacina contra a Hepatite B está disponível para pessoas com menos de 49 anos em todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Características da Hepatite
A Hepatite A tem transmissão fecal-oral, atingindo preferencialmente crianças em idade escolar. Tem evolução benigna e não deixa sequelas nos pacientes.

As Hepatites B e C têm outro mecanismo de transmissão. A Hepatite B é basicamente uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) e por contato com sangue (instrumentos cortantes ou agulhas não esterilizados). Já a Hepatite C tem transmissão preferencialmente ligada ao sangue, sendo pequeno o risco de transmissão sexual. Tanto a Hepatite B como a Hepatite C podem evoluir para a forma crônica, e neste caso, causar graves danos ao fígado.

Índices de Hepatite em Mato Grosso do Sul
Nos últimos três anos (2011, 2012 e 2013), a Hepatite A apresentou taxas de incidência por 100.000 habitantes na seguinte escala: 2,26(2011), 1,96(2012) e 0,48 em de 01/01/2013 a 25/07/2013. Segundo a SES a faixa etária de maior ocorrência de casos é de 10 a 14 anos, índice já esperado pela Secretaria por se tratar de agravo com transmissão fecal-oral.

No caso da Hepatite B, nos últimos três anos as taxas de incidência/100.000 habitantes foram 0,89(2011), 7,35(2012) e 2,08 de 01/01/2013 a 25/07/2013. Em relação ao sexo, no ano de 2011 e 2012 a população feminina teve uma maior incidência (9,33 e 7,64/100.000 mulheres respectivamente). A SES ressalta que os exames que detectam a Hepatite B podem estar mais acessíveis às mulheres, já que podem ser realizados durante o pré-natal.

A Hepatite C, em relação às outras Hepatites, considerando-se o período analisado, possui a maior Taxa de Incidência em Mato Grosso do Sul. No ano de 2011 a Taxa de Incidência por 100.000 habitantes foi de 9,89 e em 2012, 9,06. Em 2013, no período de 01/01/2013 a 25/07/2013, a taxa de incidência é de 2,36/ 100.000 habitantes. Em relação ao sexo no ano de 2011 a taxa de incidência foi maior entre a população feminina (10,38/ 100.000 mulheres) e em 2012 foi maior na população masculina (10,26/100.000 homens).


Jefferson Gonçalves

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
07:30
Loterias
Sexta, 24 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)