Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/03/2005 14:17

Saúde faz campanha para reduzir casos de sífilis

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

O Ministério da Saúde está intensificando as ações de conscientização para reduzir o número de casos de sífilis. Dados do ministério apontam que 1 milhão de brasileiros são vítimas da doença anualmente.
Segundo o assessor técnico do Programa Nacional de DST/AIDS, Eduardo Campos, a sífilis é a doença que mais preocupa os médicos depois da aids, principalmente por causa da transmissão que pode ocorrer de mãe para filho.
A sífilis pode ser transmitida através de relações sexuais, de transfusão de sangue ou transplante de órgãos contaminados.
O diagnóstico de sífilis é feito através de um exame de sangue e, se a doença não for tratada, pode levar o paciente à loucura ou à morte. "Há a possibilidade de complicações graves no sistema nervoso central, no sistema neurológico e cardiovascular, além do problema da geração de infecções congênitas em mulheres jovens infectadas numa possível gravidez", explica o assessor.
Ainda de acordo com ele, a população deve ficar atenta aos sintomas da sífilis, que sempre se iniciam com uma ferida no órgão genital, para que possa tratar a doença no estágio inicial. Com informações da Agência Brasil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)