Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/03/2004 16:28

Saúde e CGU vão atuar em parceria contra o desvio

Irene Lôbo/ABr

A aplicação dos recursos da área de saúde nos municípios será fiscalizada em conjunto pelo Ministério da Saúde (MS) e pela Controladoria-Geral da União (CGU). Hoje, em Brasília, foram sorteados, pelo sistema de loterias da Caixa Econômica Federal, os próximos 50 municípios brasileiros que terão suas contas, documentos e obras auditadas.

A parceria é uma inovação no sistema de controle dos gastos de recursos federais. Um grupo de 25 médicos e enfermeiros que atuam como auditores do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) trabalharão em conjunto com a CGU na fiscalização dos gastos em saúde. Também participarão dos trabalhos técnicos dos núcleos estaduais e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

No ano passado, o Ministério da Saúde repassou aos municípios brasileiros R$ 18,9 bilhões para serem investidos em ações de atenção básica e procedimentos de média e alta complexidade. Desse total, o Denasus identificou que R$ 64,6 milhões poderiam ser ressarcidos ao Fundo Nacional de Saúde (FNS). Em 588 auditorias realizadas, foram detectadas 5.162 irregularidades.

As falhas estão, principalmente, no âmbito dos planos de saúde dos municípios, nos relatórios de gestão, nos conselhos municipais de Saúde, na utilização dos recursos do Sistema Único de Saúde, no Programa Saúde da Família (PSF), na assistência farmacêutica, no Programa de Combate às Carências Nutricionais e no Sistema Nacional de Auditoria.

Para o ministro da Saúde, Humberto Costa, presente ao sorteio, o principal problema encontrado nas auditorias se refere à gestão dos recursos. Ele afirmou que os gestores municipais, principalmente dos pequenos municípios, têm dificuldade em saber onde o dinheiro pode ser gasto.

“Muitas vezes não é má-fé. Ele não sabe que com aquele recurso não pode contratar pessoal, não pode contratar consultoria. O objetivo é que a partir dessas fiscalizações nós possamos ter um modelo mais simplificado de como os recursos transferidos podem ser gastos para evitar problemas de ordem meramente formal”, afirmou Costa.

O Programa de Fiscalização a partir de Sorteios Públicos existe desde abril de 2003. A cada sorteio são definidos 50 municípios com até 300 mil habitantes para serem fiscalizados. Até agora, já foram sorteados e fiscalizados 281 municípios.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)