Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/07/2006 07:54

Saúde: Depressão atinge mais quem trabalha com o público

Agência do Rádio

Além de afetar o índice de produtividade, a depressão no trabalhador também atrapalha a empresa e atinge todos os âmbitos sociais em que a pessoa convive. Os casos de depressão relacionada ao trabalho exigem tratamento conjunto com psicólogo e psiquiatra, mas nem sempre obriga a pessoa doente a se afastar das atividades. Segundo Marco Peres, que coordena a área de Saúde do Trabalhador, no Ministério da Saúde, a doença atinge principalmente quem precisa ficar em contato direto com a população, como professores e policiais. Mudanças nas formas de trabalho, como o uso de novos sistemas operacionais, também levam muitos trabalhadores a entrar em depressão.


"A atual conjuntura social que existe no país hoje, aqueles trabalhad ores, principalmente do setor público que têm um contato direto com a população, como trabalhadores da segurança pública, trabalhadores da área de saúde pública e da educação, esses vêm tendo um aumento significativo de distúrbios e sofrimento mental relacionados ao trabalho. Então, nós temos hoje no país um aumento expressivo de doenças mentais relacionadas ao trabalho, principalmente nos setores que vêm incorporando novas tecnologias como o setor financeiro. Hoje, os bancários estão sofrendo muita doença mental relacionada ao trabalho, além dos distúrbios ósseo-musculares, e também aqueles trabalhadores que convivem diretamente com a população que sofrem uma situação de violência extrema."


De Brasília, Leilane Alves

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)