Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/02/2009 22:51

Saúde de Dourados admite déficit profissional

Vinicius Konchinski , ABr

Dourados - O secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados (MS), Dilson Deguti Vieira, admitiu hoje (18) um déficit de médicos especialistas no Hospital de Urgência e Trauma (HUT) da cidade. Ciente das denúncias do presidente do Conselho Municipal de Saúde sobre a alta mortalidade dos pacientes da instituição, Vieira não confirmou os número citados por Alves, mas disse que a prefeitura pretende terceirizar a administração do HUT para melhorar o seu atendimento.

Segundo ele, o HUT deveria ter uma equipe de 18 a 20 médicos especialistas para atender melhor os 800 mil habitantes da região sul de Mato Grosso do Sul. Faltam cirurgiões, neurologistas e outros profissionais. “Dourados cresceu demais, tem muitos acidentes de trânsito e casos de violência, principalmente contra indígenas. O sistema de saúde está numa encruzilhada”, afirmou.


Vieira admitiu que os problemas de saúde na cidade são urgentes e, mesmo que a prefeitura de Dourados quisesse contratar todos os profissionais necessários, a situação não seria normalizada imediatamente. “Precisaríamos de três a quatro anos para os hospitais de Dourados atenderem todas as exigências do Ministério da Saúde”, disse.

A solução, segundo o secretário-adjunto, seria repassar a administração do HUT e também do Hospital da Mulher de Dourados para o Hospital Evangélico, uma instituição particular pertencente a uma entidade filantrópica. “A tendência no Brasil inteiro é terceirizar os hospitais, é deixar que os procedimentos mais complexos sejam realizados em instituições de excelência.”

Vieira disse que a prefeitura jé negocia um convênio de R$ 1,9 milhão mensais com o Hospital Evangélico. Segundo ele, até o dia 1º de março, a administração do HUT já deve ter sido repassada para o hospital privado.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)