Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/11/2005 07:13

Saúde confirma mais dois casos de febre maculosa

Agência Saúde

Ainvestigação de casos de doença febril aguda, contraídos no município de Petrópolis (RJ), confirmou onttem maiis dois casos de febre maculosa. Uma das confirmações é a de uma criança de 8 anos, residente em Petrópolis, e a outra a de um homem de 62 anos, hospitalizado no Rio de Janeiro, que já estava sob investigação. Quando diagnosticada precocemente, o tratamento da febre maculosa, feito com antibióticos, é altamente eficaz e garante a cura do paciente.

Além desses dois casos, outros três já tiveram resultados positivos para a febre maculosa, totalizando cinco casos da doença. Desses, quatro tiveram confirmação laboratorial e um por critério clínico-epidemiológico, pelas características verificadas, compatíveis com as de febre maculosa e com passagem pela região serrana. O caso de uma mulher de 38 anos, hospitalizada no Rio de Janeiro, continua sob investigação. Até o momento dois óbitos foram verificados entre os casos confirmados.

Além das amostras dessas pessoas, também foi coletado o sangue de outras oito, que, apesar de não terem sintomas da doença, estiveram na área onde foi detectada a transmissão da febre maculosa.

Essa investigação epidemiológica foi iniciada pelas secretarias municipais de Saúde do Rio de Janeiro e de Petrópolis, com o apoio do Ministério da Saúde. As medidas já adotadas incluem, por exemplo, reunião com a rede assistencial do município para fornecer orientações quanto à febre maculosa, reunião com a equipe hoteleira do município, produção de material educativo para distribuição na comunidade, além de busca diária de casos suspeitos nos serviços de saúde e identificação das pessoas que estiveram hospedadas na pousada, para detecção de novos casos suspeitos.

A febre maculosa brasileira (FMB) é uma doença infecciosa febril aguda causada por uma bactéria do gênero Rickettsia. Os principais reservatórios das Rickettsias são os carrapatos da espécie Amblyomma cajennense, popularmente conhecidos como "carrapato estrela". Desde 1929, há relatos da doença no Brasil e, entre 1995 e 2004, foram notificados 386 casos, com 107 óbitos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)