Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/11/2015 12:30

Saúde apura 1º caso de microcefalia em MS, mas evita associar a zika vírus

Campo Grande News

O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, apura a ocorrência de um caso suspeito de microcefalia, que teria sido diagnosticado em uma clínica particular da cidade.

Uma viagem que a mãe do bebê fez a Rondônia, no Norte do país, durante a gestação, fez surgir boatos de associação da microcefalia ao zika vírus, transmitido pelo Aedes aegypti, mesmo transmissor da dengue e da febre chikungunya.

No Nordeste, o Ministério da Saúde registrou 399 casos de recém-nascidos com a má-formação do cérebro e existe suspeita de que o zika vírus está associado à epidemia. Médicos nordestinos estão recomendando que as mulheres evitem a gravidez.

“Por enquanto existe apenas o boato de que o caso de microcefalia pode estar associado ao zika vírus, mas não existe nenhum indício de que tenha ocorrido de fato. Vamos investigar essa ocorrência”, afirmou ao Campo Grande News o diretor de epidemiologia, Devanildo de Souza.

Segundo ele, a microcefalia pode ser causada por uma série de fatores, como malformações do sistema nervoso central, diminuição do oxigênio para o cérebro fetal e exposição a drogas e álcool. “O zika vírus é o último da fila e até agora só foram confirmados dois casos no Nordeste de associação da microcefalia à doença”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)