Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

10/11/2017 18:00

Saúde abre consulta pública para qualificar atendimento a idosos

Portal Brasil

 

Em 2030, 20% da população brasileira será formada por idosos. Para melhorar a qualidade de vida dessa parcela da população nos próximos anos, o Ministério da Saúde lançou, na segunda-feira (6), a Estratégia Nacional para o Envelhecimento Saudável. As diretrizes fornecem orientações aos profissionais de saúde para melhorar os atendimentos para aqueles que já passaram dos 60 anos.

O projeto com as orientações técnicas do cuidado com a pessoa idosa ficará disponível para consulta pública desde terça-feira (7). Atualmente, a população com mais de 60 anos soma 29,3 milhões de pessoas, o que corresponde a 14,3% dos brasileiros. Desses, 30,1% precisam de ajuda para realizar as atividades de autocuidado.

Entre as novidades do documento estão a implementação do atendimento multidisciplinar que envolve testes clínicos, psicossocial e funcional. Com essa avaliação global, é possível fornecer o diagnóstico mais apropriado e indicar o tratamento mais adequado a cada caso.

Para corroborar com essa perspectiva de terapia específica, os profissionais da Atenção Básica devem analisar o quão independentes são os idosos para cuidar de si próprios, e seus estilos de vida, além de hábitos de saúde e histórico clínico.

A ideia é evitar o avanço de doenças crônicas, como excesso de peso, que atinge 63,5% das pessoas entre 60 e 69 anos; e obesidade, que acomete 23,1% dessa população. Os diabéticos nessa idade somam 25,1%, e os hipertensos são 57,1%. Tratar e prevenir essas doenças assegura a manutenção da autonomia desses idosos.

Caderneta de saúde

Nas mais de 41,6 mil unidades de Atenção Básica, os profissionais vão preencher a Caderneta da Pessoa Idosa, que será integrada ao prontuário eletrônico. Até o fim deste ano, 3,9 milhões cadernetas serão distribuídas nos municípios. Para o ano que vem, a previsão é de 1,5 milhão.

Desse modo, o envelhecimento passa a ser um dos temas prioritários para a pasta. Um dos objetivos é melhorar a sobrevida dos pacientes e evitar a prescrição de medicamentos desnecessários, reduzindo os custos para o sistema de saúde.

Um aplicativo gratuito para smartphones vai apoiar o trabalho dos profissionais de saúde a registrar essas informações.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)