Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/01/2016 11:00

Satisfação com exercícios externos é maior que no interior das academias

Portal Educação Física

Um estudo realizado na Universidade de Glasgow, na Escócia, revelou que exercícios ao ar livre deixam as pessoas 50% mais felizes do que as horas dentro da academia. E não é só isso: outra pesquisa, dessa vez dos Estados Unidos, mostrou que a prática ajuda a reforçar o hábito — quem escolhe ambientes externos declara “uma maior intenção de repetir a atividade posteriormente”.

“As características sócio-culturais associadas à condição climática favorável e à liberação de neurotransmissores (endorfina) facilitam a prática de atividades físicas em ambientes públicos”, resume o prefessor de Educação Física João Paulo Silva, da Academia Evidence, na Tijuca.

A corretora de imóveis Débora Gomes, de 28 anos, é um indício de que exercícios ao ar livre ajudam a fidelizar pessoas nas atividades. Ela encontrou no treinamento funcional praticado há quase um ano, ao redor do Maracanã. Encontrou finalmente uma atividade para fazer com regularidade. “A caminhada é o primeiro exercício que consigo fazer sem desistir, e com gosto! Uma aula nunca é igual a outra, é tudo muito dinâmico.”

Professores de Educação Física, Fillipe Bello e Diego Bocão criaram o B&B Funcional, treinamento funcional que acontece ao redor do estádio. Segundo eles, a procura por ambientes externos é uma resposta à monotonia. “As pessoas já vivem tanto no dia a dia do trabalho que não querem que o exercício seja regrado também. Em um circuito, não existe rotina. A cada dia é uma aula diferente, a paisagem ajuda a distrair e, por isso, a experiência se torna mais prazerosa”, diz Fillipe.

Além do dinamismo, Débora garante que o espaço aberto é mais convidativo às amizades. “As pessoas se tornam amigas. Enquanto malhar em um local fechado é uma atividade mais solitária, o trabalho em grupo ao ar livre é muito mais gratificante e acaba nos estimulando também a continuar”, considera.

Outro cartão postal que não poderia ficar de fora da lista é a praia. Atividades na areia têm se tornado cada vez mais recorrentes no Flamengo e Botafogo. O professor de Educação Física Felipe Marinho, diretor do Circuito de Praia, acredita ser possível fazer “um trabalho diferenciado de condicionamento físico, com qualidade de vida ao ar livre”. O treinamento inclui fut treino (treino com bola), aula de abdominal e slackline (uma espécie de corda, em que as pessoas tentam se equilibrar). Além disso, promove corridas e outros eventos como o Day Fit, que conta com palestra de nutricionista para tirar dúvidas sobre alimentação.Todas as avaliações e o atendimento nutricional são feitos no Espaço Statera, na Praia de Botafogo.

Para quem não quer procurar uma dessas assessoria de exercícios, que cobram de R$ 100 a R$ 140 por até oito atividades, a Secretaria de Saúde do Rio conta com o programa ‘Academia Carioca’. Desde 2009, a proposta é promover atividades em espaços públicos. Segundo Junia Cardoso, coordenadora do programa, um dos principais desafios é transformar a empolgação inicial do exercício em prática regular.

“Por isso, estimulamos trilhas no Santa Marta, caminhadas no Jardim Botânico, Praça Mauá, Cristo, Pão de Açúcar, Praia da Urca. A ideia é estar em locais abertos e aprazíveis, o que ajuda as pessoas a desenvolverem o prazer pela atividade corporal e as faz voltarem”, afirma. A prática, diz ela, ajuda a aliar saúde física à saúde mental e emocional.

Cuidados com hidratação, alimentação e uso de protetor solar
Além da troca de energia entre as próprias pessoas e todo o ambiente ao redor, a prática de atividades ao ar livre é fundamental para a absorção da vitamina D, obtida pela exposição à luz solar. Apesar dos benefícios, o verão carioca pode ser cruel. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de se preparar para os exercícios externos.

A nutricionista esportiva Shalimar Diniz diz que as refeições dependem do horário em que a pessoa vai se exercitar. “É recomendado que a pessoa espere pelo menos 1h30 por conta da digestão”, explica. Se for praticar atividades após uma refeição mais pesada, como almoço ou jantar, o ideal é optar por carboidratos integrais (macarrão ou arroz) e proteínas leves, como ovos, queijo cottage e ricota.

Leonardo Souza, especialista em Medicina do Esporte e Ortomolecular, alerta para a importância da hidratação: cerca de meio a um litro de água por hora, preferencialmente diluídos em vários intervalos. É fundamental ainda dar preferência a roupas claras, fazer uso de bonés e protetor solar. Se o sol estiver muito forte, ele recomenda diminuir a intensidade dos exercícios, a fim de evitar desidratações ou câimbras. “Antes de tudo, o ideal é ir a um médico, para verificar se há alguma predisposição a problemas cardíacos, hipertensão, diabetes… É preciso conhecer seus próprios limites.”

Acostumados ao terno e gravata e à vida no ar condicionado, advogados são desafiados a vencer o sedentarismo, garantir qualidade de vida e prevenir hipertensão, obesidade e doenças cardiovasculares, comuns entre esses profissionais. O trabalho é feito em oito Tendas Bem-Estar instaladas em locais públicos da capital – Aterro do Flamengo, Barra da Tijuca, Copacabana, Maracanã e Parque Madureira — e também nas cidades de Búzios, Niterói e Resende.

Nestes locais, montados pela Caarj (Caixa de Assistência dos Advogados do Rio), profissionais de Educação Física orientam a prática de exercícios, gratuitamente. A advogada Kelly Cristina Reis, que malha na Tenda de Copabacana, já perdeu 35 quilos e agora corre 15 quilômetros diariamente na areia. “Recuperei minha autoestima”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)