Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/04/2012 18:49

Sarkozy sugere debates com tema econômico

Agência Lusa

Brasília – O candidato à reeleição para a Presidência da França, Nicolas Sarkozy, apelou hoje (22) a uma união da direita e pediu três debates com seu adversário antes do segundo turno, que será realizado no dia 6 de maio. De acordo com as últimas projeções divulgadas, o atual presidente ficou com 25,8% dos votos no primeiro turno, atrás do socialista François Hollande, que deve ficar com 28,3%.

Sarkozy disse que os resultados da eleição são “um voto de crise”. É a primeira vez que um presidente candidato à reeleição não vence o primeiro turno. Ele sugeriu a organização de três debates antes da próxima ida dos eleitores às urnas: um sobre temas econômicos, um sobre temas sociais e outro sobre questões internacionais.

“O momento crucial chegou. O da confrontação de projetos e de escolha de personalidades. Está em causa a escolha de quem deverá proteger os franceses nos próximos cinco anos”, disse. “Apelo a todos os franceses que colocam o amor à pátria acima de todos os interesses partidários a juntarem-se a mim”, completou, deixando as portas abertas aos votos da extrema direita de Marine Le Pen, que deve obter quase 20% dos votos no primeiro turno.

Hollande, o mais votado, já tem confirmados os apoios de Jean-Luc Mélenchon, da Frente de Esquerda, que as pesquisas apontam como detentor de 11,7% dos votos nas eleições de hoje, e de Eva Joly, do Partido Ecologista, com 2%. Segundo ele, os resultados de hoje são a resposta ao “jogo da extrema direita que Sarkozy tem feito nos últimos meses” e sancionam o fim do mandato do atual presidente.

O socialista pediu uma vitória “à altura da história e do futuro da França”. “Sou o candidato de todas as forças de queiram abrir uma nova página, de todos os atores da sociedade que esperam o seu lugar, como os jovens. Sou o candidato da união para a mudança”, disse ele, agradecendo os apoios já recebidos para o segundo turno.

Hollande prometeu responder ao desemprego, à perda do poder de compra, à insegurança, à dívida e aos mais pobres. Ele falou em “preocupação” em relação aos quase 20% de votos recebidos pela Frente Nacional, partido de extrema direita, mas destacou a grande participação dos eleitores na votação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)