Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/07/2005 09:06

Saraiva Felipe diz que não deixa o PMDB

Gabriela Guerreiro e Iolando Lourenço/ABr

O futuro ministro da Saúde, deputado Saraiva Felipe (PMDB-MG), disse que não vai deixar seu partido, mesmo diante das ameaças de desfiliação por ter aceito o convite do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Ninguém pode se furtar ao compromisso de ajudar, não apenas o governo, mas a Nação a superar o momento difícil, de impasse, garantindo a governabilidade", afirmou.

Para ele, no entanto, governabilidade não pode ser uma palavra vazia de significado."Ela se traduz no resultado do painel das votações, mas é um discurso vazio, de boas intenções, sem efeito prático dentro da linha de ajudar o governo", destacou.

Saraiva Felipe disse que está disposto a dialogar com seu partido. "Tenho certeza de que com o tempo o partido caminhará para a compreensão dessa nossa posição", ressaltou. O presidente do PMDB, Michel Temer (SP), e um grupo de governadores reafirmaram, nesta semana, a decisão tomada na convenção nacional de dezembro de 2004 de determinar o afastamento de todos os membros do partido que ocupassem cargos no governo federal.

O deputado é secretário-geral do PMDB e foi favorável à decisão. Ele vai se afastar da secretaria-geral do partido porque o estatuto da agremiação determina isso para ocupantes de cargos no Executivo. Saraiva Felipe será substituído pelo primeiro-secretário Renato Vianna (SC). "Terei que deixar a secretaria-geral não por qualquer tipo de retaliação, mas por força do estatuto do partido. Entrei no partido em 1979 e nunca fui de outro partido", afirmou.

Ele também respondeu ao ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, que o criticou por ter aceito o convite para ocupar o ministério.

Médico sanitarista, Felipe disse que se orgulha de sua experiência, tanto como secretário estadual quanto como funcionário do Ministério da Saúde. "Tenho muito orgulho da minha trajetória dentro do movimento da saúde pública e no próprio Ministério da Saúde, (onde) fui funcionário".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)