Cassilândia, Quinta-feira, 18 de Julho de 2019

Últimas Notícias

13/03/2019 09:00

São Rodrigo, São Salomão e Santo Eulógio

Redação

São Rodrigo, São Salomão e Santo Eulógio são os nomes de três mártires que morreram no ano 857 e ficaram conhecidos como “Os mártires de Córdoba”. No ano 771, os árabes invadiram e tomaram dos visigodos a cidade de Córdoba que, somente no ano 1236, foi reconquistada por Fernando III de Castela. Os muçulmanos não usaram de demasiada intransigência para com os cristãos, mas proibiram que eles confessassem publicamente sua fé. Como para os cristãos mais sensíveis, essa proibição equivalia a uma verdadeira escravidão, não tardaram a explodir focos de desobediência, que eram reprimidos com perseguições esporádicas. Eulógio, Rodrigo e Salomão foram três vítimas de uma dessas esporádicas perseguições. De Salomão sabe-se apenas que ele foi preso juntamente com Rodrigo e sofreu o martírio no dia 13 de março de 857. Rodrigo era um sacerdote que tinha dois irmãos, um católico e um muçulmano que, por causa da diversidade de religião, viviam em constantes litígios. Certo dia Rodrigo tentou apartar uma briga entre os dois e terminou apanhando dos irmãos. Enquanto se encontrava desacordado por causa da surra que havia levado, o irmão muçulmano colocou-o num carro e saiu com ele pelas ruas de Córdoba, bradando que ele havia abraçado a fé islâmica. Depois de recuperar o sentido, Rodrigo negou a afirmação do irmão muçulmano e continuou exercendo seu ministério na Igreja católica. Mas os muçulmanos, julgando-o um traidor do islamismo, decidiram matá-lo. Santo Eulógio também era sacerdote. Inconformado com aquilo que ele chamava de passividade dos cristãos, ele escrevia e falava abertamente contra o Corão, e isso provocou também a ira dos muçulmanos. Foi preso uma primeira vez e a seguir foi libertado. Foi nomeado bispo de Toledo, mas nem chegou a ser sagrado, porque foi decapitado no dia 11 de março de 859.

Hoje como no passado, muitos são os que ainda continuam segregando, discriminando e odiando em nome de Deus, como se Javé, Alá, Jesus Cristo não pregassem a paz, mas a guerra. Para todos, e em especial para os que usam o nome de Deus para disseminar ódios e disputas, nada mais apropriado que ler a carta de São Paulo aos gálatas, atualíssima, apesar de escrita há 20 séculos: “Não há judeu, nem grego, nem escravo, nem homem nem mulher, pois todos são um em Cristo”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 18 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Quarta, 17 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)