Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/03/2015 21:15

São Paulo venceu, mas não convenceu

Terra

Rogério Ceni mostrou que o pênalti despediçado no clássico não abalou sua confiança para a sequência de partidas da equipe tricolor. Ao lado de Michel Bastos, o goleiro foi um dos poucos jogadores do time que se salvaram nesta quinta-feira, na vitória sobre o São Bento, pela nona rodada do Campeonato Paulista. No Morumbi, o camisa 1 teve outra oportunidade na marca da cal e, dessa vez, não vacilou. Deslocou o arqueiro rival e impediu o tropeço dos donos da casa.


O São Paulo entrou com uma equipe bem modificada da considerada titular. Sem Dória, com entorse no tornozelo esquerdo, Rafael Toloi, suspenso, Souza, com uma lesão na coxa direita, e Luís Fabiano, com uma contratura na coxa, além de Bruno e Paulo Henrique Ganso não relacionados por opção da comissão técnica, a equipe tricolor até dominou a posse de bola durante quase toda a partida, mas não conseguia converter essa vantagem em bola na rede.

Sofrendo com a falta de entrosamento, o começo do confronto já demonstrava que o jogo teria que ser decidido em um lance de bola parada. Rogério Ceni, aos 13min da etapa inicial, deu os primeiros sinais de que poderia ser seu dia. Na cobrança de falta, o goleiro bateu com categoria e deu trabalho para o Henal. Na parte defensiva, o camisa 1 também mostrou por que é o titular há mais de uma década. Bem posicionado, ele foi bem em todas as vezes que foi acionado e passou segurança para Lucão e Edson Silva, que formaram a zaga titular nesta quinta-feira.

Na etapa final, apesar de muitos protestos da torcida organizada durante o intervalo, o São Paulo voltou da mesma maneira, apagado. Michel Bastos era quem mais se esforçava em campo e, consequentemente, quem criava as melhores oportunidades. No primeiro tempo, o camisa 7 já havia servido duas vezes Centurión, que desperdiçou a primeira e carimbou a trave na segunda, e ainda encontrou Thiago Mendes na entrada da área para bater com perigo ao gol.

Quando a partida parecia se encaminhar para um empate sem gols, Hudson, que entrou no lugar de Thiago Mendes, invadiu a área e foi derrubado por Marcelo Cordeiro. Rogério Ceni, imediatamente, começou a caminhar em direção ao gol oposto. Um filme começou a passar na cabeça dos poucos são-paulinos presentes no Morumbi. Porém, dessa vez, a história não se repetiu. Ceni trocou o chute forte por uma cobrança chapada, colocada, deslocando o goleiro e tranquilizando os torcedores no estádio. Agora, ele soma 125 gols na carreira, sendo 60 de falta, 65 de pênalti e um com a bola rolando.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)