Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/03/2016 06:50

São Paulo cede empate ao River Plate na Argentina

Diário da Região

O temido River Plate não se mostrou tão poderoso, mas para o São Paulo o empate desta quinta-feira, por 1 a 1, em Buenos Aires, poderia ter sido melhor. Um erro do goleiro Denis tirou do time a primeira vitória na Libertadores. O empate, entretanto, aumenta a esperança de avançar às oitavas de final. A pressão continua grande, só que agora obrigado a pontuar fora de casa contra o fraco Trujillanos, na próxima quarta-feira, às 19h30, na Venezuela. A atuação mais segura e convincente do São Paulo na temporada terminou um pouco eclipsada pela trapalhada no sistema defensivo.

Denis falhou ao tentar cortar escanteio e socou a bola nas costas de Thiago Mendes. Ela entrou por cobertura, lentamente, e tirou a vantagem do time do Morumbi aos 32 minutos do primeiro tempo. Antes do gol contra, a partida estava controlada pelo time paulista. A equipe comandada pelo técnico Edgardo Bauza superou dez minutos de sufoco, quando levou bola no travessão, para abrir o placar graças a Paulo Henrique Ganso. Um presente caiu nos pés dele, ao se aproveitar de uma sobra na área e chutar de primeira, sem vacilar, aos 16 minutos de jogo. A bola entrou no canto direito de Barovero.

A partida decisiva contra o atual campeão da Libertadores não fez o São Paulo sentir a pressão. Os zagueiros Lugano e Maicon foram seguros nos desarmes e até o próprio Denis esteve bem no segundo tempo. Para a tristeza do goleiro, a posição dele não permite erros e o vacilo custou ao time um resultado melhor. O capitão, que carrega a responsabilidade de substituir o ídolo Rogério Ceni, teve uma atuação competente, porém silenciada por um cruel acaso do futebol. O erro não tirou a segurança do goleiro. Denis foi seguro nas saídas de gol e cortou cruzamentos perigosos. Se o resultado teve o camisa 1 como vilão, pelo menos ele mostrou personalidade para não se abalar.

O jogo foi tenso, cheio de trombadas, faltas e fez as equipes errarem muito, principalmente no segundo tempo. Em uma das poucas investidas certeiras, o atacante argentino Calleri finalizou para fora ótima chance em contra-ataque puxado pelo lateral-esquerdo são-paulino Mena. Jogadores são-paulinos reclamaram do árbitro chileno Julio Bascuñan, que não teria marcado dois pênaltis. O primeiro, em lance mais claro, sobre Calleri. O segundo, na etapa final, em cima de Thiago Mendes. Após o empate desta quinta-feira, o São Paulo voltará a campo neste domingo, contra o Palmeiras, no clássico que será realizado no Pacaembu e valerá pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)