Cassilândia, Domingo, 31 de Maio de 2020

Últimas Notícias

16/01/2019 09:00

São Berardo e Companheiros Mártires

Redação

 São Berardo e seus cinco companheiros – Vital, Oto, Pedro, Acúrsio e Adjuto – eram todos italianos de nascimento e pertenciam à Ordem Franciscana. Berardo, Vital e Oto eram sacerdotes. Pedro era diácono. Acúrsio e Adjuto eram irmãos leigos. Em 1219, eles foram enviados à Espanha para onde partiram descalços, sem dinheiro nem comida. Passaram por Portugal e, após inúmeras dificuldades, chegaram à cidade espanhola de Sevilha que na ocasião se encontrava dominada pelos mouros. Aí eles começaram a pregar o Evangelho a todas as pessoas, inclusive ao rei dos mouros que muito irritado os enviou para a prisão. Foram salvos, porque o príncipe convenceu o rei a deportá-los para Marrocos. Determinados a cumprir literalmente as palavras de Cristo de levar o Evangelho a todas as criaturas, os missionários não desistiram. Voltaram para Marrocos, onde passaram a pregar a Palavra de Deus aos marroquinos e ao próprio rei dos mouros, Mirandolim, que irritado terminou por expulsá-los de suas terras. Os missionários, mais uma vez, não se deram por vencidos. Voltaram e retomaram a pregação, até o dia em que foram presos e levados novamente à presença de Mirandolim, a quem confessaram sua fé e publicamente se declararam discípulos e seguidores de Jesus. No dia 16 de janeiro de 1220 o rei ordenou que eles fossem conduzidos à praça principal da cidade e após mandar açoitá-los, ele mesmo decapitou-os, julgando estar prestando culto a Alá, deus de Maomé, o santo profeta dos muçulmanos. Berardo e seus companheiros foram os primeiros mártires franciscanos em todo o mundo. Contam que São Francisco, ao receber a notícia do martírio, exclamou com alegria: “Agora posso dizer que verdadeiramente tenho seis irmãos”.

Hoje, assim como aconteceu no passado, os que ousam pregar o Evangelho de Jesus, que é o Evangelho da fraternidade, da solidariedade, da justiça e da paz, continuam sendo perseguidos. Só que a perseguição não é clara e evidente como naquele tempo, mas disfarçada, sutil e, por isso mesmo, talvez mais perigosa. É verdade que hoje não se persegue o cristianismo enquanto religião, mas os que por amor a Jesus e compromisso com os valores do Reino não receiam se colocar a favor dos mais fracos e indefesos, e se opor aos projetos e práticas que não visam o bem do povo, continuam sendo ridicularizados e menosprezados pelos “mirandolins” desse nosso tempo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 31 de Maio de 2020
Sábado, 30 de Maio de 2020
Sexta, 29 de Maio de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)