Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

14/05/2016 22:47

Santos perde para reservas do Atlético em Belo Horizonte

Midiamax

A sina do Santos em estreias no Campeonato Brasileiro continua. Na noite deste sábado, o atual bicampeão paulista sentiu as ausências do meia Lucas Lima e do centroavante Ricardo Oliveira e não foi páreo para o time reserva do Atlético-MG, que venceu por 1 a 0, com gol do equatoriano Cazares, feito no início da partida realizada no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

Com o resultado, o Peixe completa 11 anos sem vencer pela primeira rodada do principal torneio nacional. A última vitória em estreia ocorreu em 2005, quando o time da Baixada Santista goleou o Paysandu por 4 a 1, na Vila Belmiro.

Dessa forma, o Santos se junta a Sport e Atlético-PR no grupo dos derrotados na rodada deste sábado. O Galo, por sua vez, repete o que Flamengo e Palmeiras fizeram à tarde e dorme na parte de cima da tabela.

A recuperação santista poderá acontecer no próximo domingo, quando o Peixe recebe o Coritiba, às 11 horas (de Brasília), na Vila. No mesmo dia e horário, o Galo visita o Furacão, mas antes decide uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores – motivo pelo qual o técnico Diego Aguirre usou os reservas neste sábado -, na quarta-feira, contra o São Paulo, no Horto.

Marcação forte e domínio do Galo

O Santos mostrou problemas com seu desempenho fora de casa logo nos instantes iniciais da partida. Em menos de cinco minutos, o Galo já havia perdido duas boas chances de gol, com o garoto Hyuri. O Peixe, que não conseguia ter a tão almejada posse de bola, só foi aparecer no ataque aos 12, mas Uilson defendeu bem o chute de Paulinho.

De tanto pressionar a saída de bola santista, os mandantes conseguiram provocar o erro adversário e abrir o placar. Aos 14, Gabriel fez lançamento longo, David Braz errou o tempo de bola, que ficou com Cazares. O meia equatoriano, em posição legal apesar da reclamação dos jogadores do Santos, bateu forte no ângulo, sem chances para Vanderlei.

Muito acionado pela esquerda, o autor do gol continuou infernizando a zaga santista. Aos 24 minutos, o equatoriano fez belo lançamento para Carlos Eduardo, que receberia livre na área. Mas, o meia não conseguiu dominar a bola e o segundo do Galo não saiu.

O atual campeão paulista, na primeira vez que obteve sucesso na troca de passes, aos 31, deixou Paulinho na cara do gol, porém o bandeirinha assinalou erradamente impedimento do atacante, que teria ótimas condições de empatar o duelo. Três minutos depois, foi a vez de os atleticanos reclamarem da arbitragem, já que Hyuri estava em posição legal após bom passe de Cazares na ponta esquerda.

Sentindo a falta da boa articulação de Lucas Lima, o atual bicampeão paulista, na primeira vez que obteve sucesso na troca de passes, aos 31, deixou Paulinho na cara do gol, porém o bandeirinha assinalou erradamente impedimento do atacante, que teria a chance de empatar o duelo. Três minutos depois, foi a vez de os atleticanos reclamarem da arbitragem, já que Hyuri estava em posição legal após bom passe de Cazares na ponta esquerda.

Peixe cresce, mas Atlético-MG segura o placar

O ímpeto do Galo não baixou e o time de Diego Aguirre seguiu marcando forte a saída do Peixe, que não conseguia manter a bola em seus pés e por pouco não foi para o vestiário com uma desvantagem maior, uma vez que Clayton e Eduardo chegaram com perigo na área santista.

Precisando ganhar volume no meio-campo, o Santos voltou para a etapa final com Serginho no lugar de Paulinho. No primeiro lance, os visitantes quase empataram depois de uma bomba de fora da área de Gabriel, passando rente ao travessão.

A reação santista, porém, parou por aí. A equipe de Dorival Júnior até saiu mais para o jogo, mas sem criatividade, dando mais espaço para os comandados de Aguirre trabalhar a bola em contra-ataque. O técnico do Peixe, então, sacou o apagado Ronaldo Mendes, aos 19, para promover a estreia profissional do garoto Matheus Nolasco.

Sete minutos depois, o Peixe finalmente chutou em direção ao gol de Uilson, que defendeu em dois tempos o chute de Victor Ferraz. Pouco tempo depois, o treinador santista usou sua última carta na manga, mandando o argentino Maxi Rolón para o lugar de Renato.

De fato, o Santos cresceu e chegou a ter 62% de posse de bola nos últimos dez minutos de jogo. Aos 37, a melhor chance do Peixe no jogo: após bate-rebate na área atleticana, Victor Ferraz bateu firme, mas Uilson caiu bem para salvar o Galo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 X 0 SANTOS

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data: 14 de maio de 2016, sábado

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA-ESP)

Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS-FIFA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA-ASP-FIFA)

Público:

Renda:

Cartões amarelos: Cazares e Carlos Eduardo(Atlético-MG); David Braz e Gustavo Henrique (Santos)

Cartões vermelhos:

GOLS:

Atlético-MG: Cazares, aos 14 minutos do 1º tempo

ATLÉTICO-MG: Uilson; Gabriel, Tiago, Edcarlos e Carlos César; Lucas Cândido, Eduardo, Carlos Eduardo (Pablo Diogo) e Cazares; Hyuri (Yago) e Clayton

Técnico: Diego Aguirre

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Renato (Maxi Rolón), Thiago Maia, Vitor Bueno e Ronaldo Mendes (Matheus Nolasco); Paulinho (Serginho) e Gabriel

Técnico: Dorival Júnior

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Janeiro de 2017
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)