Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/02/2012 20:54

Santos goleia Ponte Preta por 6 a 1

Depois da vitória sobre o Comercial na rodada anterior, o Santos voltou à Arena Barueri neste sábado (25) para enfrentar a Ponte Preta, pela 10ª rodada do Paulistão Chevrolet 2012, e com grande atuação, goleou por 6 a 1.

Com a vitória, o Peixe assumiu a terceira colocação provisória da competição, com 21 pontos, enquanto a Ponte Preta está com 15.

O Santos começou a partida pressionando a Ponte Preta. A primeira boa chance do Peixe veio aos 12 minutos. Neymar fez jogada de efeito no meio de campo e deu passe açucarado para Ibson, que bateu e parou na grande defesa de Lauro.

Dois minutos depois, após cruzamento da direita, Leandrão ficou na boa para abrir o placar para a Macaca, mas pegou mal na bola e mandou por cima do gol. Pouco depois, Borges arriscou da entrada da área e Lauro fez a defesa.

A pressão do time da Vila Belmiro deu resultado aos 27 minutos. Neymar recebeu de Juan e acertou um belo chute de fora da área, no canto direito de Lauro, para fazer o primeiro do Peixe na Arena Barueri.

Apesar da vantagem, o Santos seguiu comandando as ações ofensivas e, aos 34, Neymar fez uma graça com a bola e tocou para Borges, que girou em cima da marcação e foi travado na hora do arremate. Na sobra, PH Ganso só teve o trabalho de empurrar para as redes e ampliar para o Peixe.

Em seguida, Neymar avançou livre de marcação e deixou Borges na cara do gol, mas o atacante santista bateu para fora. Acuada, a Ponte Preta quase tomou o terceiro dois minutos depois. Neymar dominou a bola fora da área e soltou uma bomba, que passou tirando tinta do ângulo esquerdo de Lauro.

Na volta do intervalo, o técnico Gilson Kleina trocou Xaves por Willian Magrão, tentando dar mais mobilidade ao meio campo da Ponte Preta. A mudança deu resultado e logo aos sete minutos do segundo tempo, Uendel recebeu ótimo passe de Renato Cajá e bateu cruzado para diminuir para a Macaca.

Cinco minutos depois, o time da Vila Belmiro ampliou. Após cobrança de escanteio, Borges cabeceou para grande defesa de Lauro. No rebote, Guilherme tentou tirar e a bola bateu em Ferron para morrer no fundo das redes: 3 a 1.

Nem deu tempo para o time de Campinas assimilar o golpe. Dois minutos depois, Neymar cobrou falta na área e Edu Dracena desviou de cabeça para anotar o quarto do Peixe, para delírio dos torcedores santistas presentes na Arena Barueri.

Na sequência, aos 17, Cicinho fez falta dura em Neymar, tomou o segundo amarelo e foi expulso, deixando o time campineiro com dez jogadores. Aos 23, Neymar cruzou da direita, na cabeça de Edu Dracena, que testou firme, no cantinho, para fazer o quinto do alvinegro praiano.

Aos 25, a Ponte Preta ficou com nove jogadores em campo, com a expulsão de Guilherme, que chegou duro em Neymar e também foi para o chuveiro mais cedo. Depois, aos 32, Juan tocou para Ganso, que sem olhar, tocou para Neymar. O atacante santista ficou cara a cara com Lauro e tocou com categoria, por cima do arqueiro pontepretano para ampliar para o Peixe.

Aos 37, o pontepretano Renato Cajá pegou pesado para cima de Juan e foi expulso direto. Em seguida, Elano mandou um foguete de fora da área e a bola explodiu da trave direita de Lauro. A partir daí, o time praiano trocou passes no ataque e saiu de campo comemorando a vitória.

Na próxima rodada, o Santos terá pela frente o embalado Guarani, no Brinco de Ouro, em Campinas, enquanto a Ponte Preta encara o Botafogo, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Ficha técnica

Santos 6 x 1 Ponte Preta

Árbitro: Marcelo Rogério;
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo;
Assistentes adicionais: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Vinicius Furlan;
Quarto árbitro: Luciano Alves de Lima;
Local: Arena Barueri, em Barueri;
Data: 25 de fevereiro, às 18h30.

Santos: Rafael; Fucile (Crystian), Edu Dracena, Durval e Juan; Arouca, Henrique (Alan Kardec), Ibson (Elano) e PH Ganso; Neymar e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

Ponte Preta: Lauro; Guilherme, Ferron, Gian, e Uendel; Xaves (Willian Magrão), Cicinho, João Paulo e Renato Cajá; Rodrigo Pimpão (Enrico) e Leandrão (Gerson).
Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Neymar (SAN), aos 27’ 1T e 32’ 2T, PH Ganso (SAN), aos 34’ 1T, Uendel (PON), aos 7’ 2T, Guilherme (PON) contra, aos 12’ 2T, Edu Dracena (SAN), aos 15’ e 23’ 2T.

CA: Durval, Neymar (SAN), Xaves, Cicinho, Guilherme (PON).

CV: Cicinho e Guilherme, Renato Cajá (PON).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)