Cassilândia, Sábado, 27 de Maio de 2017

Últimas Notícias

02/06/2011 06:00

Santos consegue empate com Cerro Porteño (PAR) e se classifica

FPF

O Santos enfrentou o Cerro Porteño (PAR) em Assunção na noite desta quarta-feira (1), pela partida de volta das semifinais da Taça Libertadores da América. Com um empate por 3 a 3, o Santos está nas finais da competição.

Com a vantagem de 1 a 0 no jogo de ida, o Santos partiu para o ataque e logo no começo da partida, Elano cobrou falta e Zé Eduardo, de cabeça, colocou o Peixe na frente do placar, encerrando um jejum de 40 dias sem marcar gol.

O Cerro tentou empatar em cobrança de falta de Julio dos Santos, mas que Rafael pega. O time da casa tentava pressionar o Peixe, e o time alvinegro respondia com jogadas de velocidade.Aos oito minutos, após troca de passes, os paraguaios desperdiçaram a chance do gol, com Cáceres.

Com pouco mais de dez minutos, o Cerro Porteño colocou Iturbe em campo. A partida ficou mais truncada, com várias faltas e troca de passes. O jovem jogador do Cerro arriscou de cabeça aos 20, com Rafael fazendo a defesa. O Santos respondeu com cruzamento para Zé Eduardo, que quase empurrou para as redes.

O time da Vila Belmiro teve de também fazer alteração no primeiro tempo ao tirar Jonathan, sentindo lesão, e substitui-lo por Pará. Aos 27, o Peixe chegou ao segundo gol, gol contra de Barreto, que tentou afastar bola tocada pela defesa e acabou a colocando para o gol.

O time anfitrião prontamente reagiu e César Benítez, aos 31, diminuiu o placar, ao cabecear cobrança de escanteio da esquerda. A chance do empate veio em cobrança de falta, que não foi bem sucedida. O Cerro aumentava a pressão e marcava fortemente os jogadores santistas.

Aos 36, Rafael fez grande defesa em tentativa do ataque dos paraguaios. O Santos respondeu com Zé Eduardo, que partiu em contra-ataque e tentou o cruzamento para Neymar, mas a zaga cortou a tentativa. O Peixe melhorou o toque de bola nos minutos finais e passou a ter mais momentos de pressão, e aos 46, Neymar marcou o terceiro do Santos.

César Benítez arriscou para o gol no começo do segundo tempo e trouxe perigo para a meta de Rafael. O Santos controlava o ritmo da partida e tocava a bola, enquanto que o Cerro Porteño buscava conseguir espaço para chegar ao ataque.

Aos 10, tentativa de cruzamento para a área e Durval mandou pela linha de fundo. Dois minutos depois, em cobrança de falta, Rafael afastou a bola da área. O Cerro seguiu pressionando e marcou o segundo gol com Lucero, aos 15 minutos.

O Cerro intensificou a pressão e seguiu incomodando a defesa santista. Aos 25, Rafael evitou novamente o gol dos paraguaios em cabeçada de Benítez. Enquanto isso, o Peixe seguia tentando administrar a vantagem, mas via o time anfitrião manter a pressão e a forte marcação.

Aos 32, novamente Rafael salvou o Peixe de tomar o gol em grande chance do Cerro na pequena área. Quatro minutos depois, Fabbro bateu de longe e marcou o terceiro gol da equipe da casa, empatando o placar. Pouco depois, Muricy Ramalho foi atingido por um objeto vindo da arquibancada e a partida ficou inteerrompida por alguns minutos.

Na volta da partida, o Santos teve chance em cobrança de falta e Neymar por pouco não anotou o quarto. O Cerro aumentou a pressão nos minutos finais, e Nanni, aos 43, quase marcou de cabeça. No minuto seguinte, mais uma chance desperdiçadas pelos paraguaios. Aos 46, Neymar teve a chance de confirmar a classificação, mas Barreto fez a defesa e pouco depois em cobrança de escanteio, a bola bateu no travessão.

Na final, o Santos enfrentará o vencedor de Peñarol (URU) e Vélez Sarsfield (ARG), que jogam nesta quinta-feira (2).

CERRO PORTEÑO (PAR) 3 x 3 SANTOS

Local: General Pablo Rojas, Assunção (PAR)
Arbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Abraham González e Eduardo Diáz (ambos da COL)

CERRO PORTEÑO
Barreto; Piris, Pedro Benítez, Uglesich e César Benítez; Burgos (Lucero), Julio dos Santos, Cáceres e Torres (Iturbe); Fabbro e Bareiro (Nanni)
T: Leonardo Astrada

SANTOS
Rafael; Jonathan (Pará), Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Adriano, Arouca, Danilo e Elano (Rodrigo Possebon); Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite)
T: Muricy Ramalho

Gols: Zé Eduardo (SAN) aos 2, Barreto (SAN, contra) aos 27, César Benítez (CPO) aos 31, Neymar (SAN) aos 46 do primeiro tempo, Lucero (CPO) aos 15 e Fabbro (CPO) aos 36 do segundo tempo
CA: Iturbe e Uglesich (CPO); Jonathan, Elano, Alex Sandro, Edu Dracena e Rafael (SAN)
CV: Edu Dracena (SAN)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 27 de Maio de 2017
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Quinta, 25 de Maio de 2017
13:00
Dicas de segurança
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)