Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/10/2005 09:03

Santas Casas anunciam paralisação por 24 horas

Deniza Gurgel/ABr

Os médicos e funcionários das Santas Casas e hospitais filantrópicos anunciaram uma paralisação de 24 horas, hoje, para reivindicar aumento da verba repassada pelo Ministério da Saúde. O atendimento nas emergências vai continuar, mas as consultas que estavam marcadas serão adiadas para amanhã (19) e quinta-feira (20).

Hoje existem no Brasil mais de 2 mil entidades, entre Santas Casas e hospitais filantrópicos, que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS). Só no ano passado, esses estabelecimentos foram responsáveis por 4,7 milhões de internações.

O presidente da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Brasil, Antonio Brito, ressalta que não há interesse de prejudicar a população. Segundo ele, o objetivo da paralisação é mostrar a importância do serviço prestado. "Essa paralisação não é contra o governo. É em favor do SUS e da saúde brasileira. O que nós queremos é chamar a atenção, por isso, nós não queremos prejudicar a população e não vamos paralisar os serviços emergenciais e de urgência, porque sabemos das dificuldades da população hoje, já para ter um serviço".

O diretor do Departamento de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Amâncio de Carvalho, acha que a paralisação é justa, porque faltam recursos para a área de saúde. Ele diz que o ministério está aberto a conversas e negociações e que existe uma proposta para ampliação do repasse de dinheiro para os hospitais. "Reconhecemos que é necessário melhorar as ações que foram desenvolvidas. Por exemplo, há uma proposta, que foi discutida com as entidades, de um novo sistema de contrato, a partir do próximo ano, que implica a remuneração adicional de R$ 200 milhões".

Segundo Amâncio esse valor ainda não vai resolver todos os problemas da área de saúde, mas é uma demonstração de boa vontade do ministério. "Há uma posição do ministério de continuar negociando com as entidades filantrópicas outras formas de melhorar essa remuneração a partir do ano que vem". O diretor ressalta, porém, que a liberação de recursos depende do Orçamento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)