Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/08/2012 07:38

Santa Catarina registra mais uma morte por gripe A

Fernando César Oliveira, Agência Brasil

Curitiba – A Secretaria de Saúde de Santa Catarina confirmou hoje (9) mais uma morte causada pela influenza A (H1N1) – gripe suína. A vítima é uma mulher de 58 anos de idade, moradora da cidade de Governador Celso Ramos, e ocorreu no dia 26 de julho.

De acordo com boletim divulgado pela secretaria, ela não apresentava doença associada. \"[A paciente] teve início dos sintomas em 12 de julho, provavelmente retratando circulação viral na semana epidemiológica 28 [de 8 a 14 de julho]\", diz.

Santa Catarina é o estado com o maior número de mortes provocadas pela gripe A, 73 ao todo. Apesar do anúncio de hoje, há duas semanas a secretaria não registra novos casos de morte pela doença. A informação ratifica a tese do Ministério da Saúde de o pico de mortalidade de pacientes que contraíram o vírus Influenza H1N1 em 2012 já foi ultrapassado.

No Rio Grande do Sul, a Secretaria de Saúde confirmou hoje as primeiras duas mortes do mês de agosto. Elas ocorreram ontem (8), uma em São Borja, uma mulher de 68 anos, e outra em Canela, um homem de 54 anos. Nenhum dos dois apresentava doenças associadas.

A secretaria também registra uma \"discreta tendência de queda\" das mortes a partir da 28ª semana do ano. O estado contabiliza 55 pessoas mortas. Como ainda há casos sendo investigados, o número pode sofrer alterações.

Os três estados da Região Sul, mais São Paulo e Minas Gerais concentram 87,8% das mortes provocadas pela doença este ano, conforme dados do Ministério da Saúde atualizados até o último dia 29 de julho. O total de 254 mortes ocorridas no período no Brasil corresponde a 12,3% do verificado em 2009, quando 2.060 pessoas morreram.

O ministério alerta que o antiviral oseltamivir, conhecido pelo nome comercial Tamiflu, é mais eficaz nas primeiras 48 horas do surgimento dos sintomas. O medicamento diminui as chances de evolução da doença para um quadro grave.

Os médicos estão orientados a receitar o oseltamivir a todos os pacientes com síndrome gripal residentes nos estados onde há maior circulação do vírus, mesmo antes de resultados de exames ou sinais de agravamento. A síndrome gripal é caracterizada pelo surgimento simultâneo de febre e tosse ou dor de garganta, além de dor de cabeça, nos músculos ou nas articulações.



Edição: Aécio Amado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)