Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

12/01/2010 15:52

Santa Casa gasta R$ 1,5 mi de empréstimo vetado por juiz

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt

A Santa Casa de Campo Grande gastou aproximadamente R$ 1,5 milhão do financiamento vetado pelo juiz da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Amaury da Silva Kuklinski. Ele concedeu em dezembro passado liminar, a pedido da Associação Beneficente, para vedar a realização do financiamento de R$ 14 milhões junto à Caixa Econômica Federal.

Segundo o presidente da junta administrativa, professor Pedro Chaves dos Santos Filho, 30% da primeira parcela já tinha sido comprometida antes da concessão da liminar. O dinheiro será liberado em três parcelas, sendo duas de R$ 5 milhões, neste mês e fevereiro, e a última de R$ 4 milhões em março.

Em ofício à Justiça, a Caixa também informou que foram emitidos vários cheques pelo hospital tendo em vista a concessão do financiamento. O valor seria de R$ 1,5 milhão.

Como considera o financiamento importante, principalmente para quitar dívidas com fornecedores, a junta interventora do hospital decidiu recorrer contra a liminar. De acordo com Pedro Chaves, a decisão foi tomada ontem.

Recurso – A 3ª Turma Cível iniciou ontem o julgamento do recurso do MPE (Ministério Público Estadual) para suspender a sentença determinando a devolução do hospital à Associação Beneficente. A entidade espera a conclusão do julgamento para retornar ao comando da instituição, que está sob intervenção da prefeitura desde 14 de janeiro de 2005.

O julgamento foi suspenso a pedido de vista, mas o relator se mostrou favorável ao fim da intervenção. Na sentença do ano passado, o juiz da época, Dorival Moreira dos Santos, afirmou que a intervenção não solucionou os problemas do hospital.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)