Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/01/2010 15:52

Santa Casa gasta R$ 1,5 mi de empréstimo vetado por juiz

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt

A Santa Casa de Campo Grande gastou aproximadamente R$ 1,5 milhão do financiamento vetado pelo juiz da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Amaury da Silva Kuklinski. Ele concedeu em dezembro passado liminar, a pedido da Associação Beneficente, para vedar a realização do financiamento de R$ 14 milhões junto à Caixa Econômica Federal.

Segundo o presidente da junta administrativa, professor Pedro Chaves dos Santos Filho, 30% da primeira parcela já tinha sido comprometida antes da concessão da liminar. O dinheiro será liberado em três parcelas, sendo duas de R$ 5 milhões, neste mês e fevereiro, e a última de R$ 4 milhões em março.

Em ofício à Justiça, a Caixa também informou que foram emitidos vários cheques pelo hospital tendo em vista a concessão do financiamento. O valor seria de R$ 1,5 milhão.

Como considera o financiamento importante, principalmente para quitar dívidas com fornecedores, a junta interventora do hospital decidiu recorrer contra a liminar. De acordo com Pedro Chaves, a decisão foi tomada ontem.

Recurso – A 3ª Turma Cível iniciou ontem o julgamento do recurso do MPE (Ministério Público Estadual) para suspender a sentença determinando a devolução do hospital à Associação Beneficente. A entidade espera a conclusão do julgamento para retornar ao comando da instituição, que está sob intervenção da prefeitura desde 14 de janeiro de 2005.

O julgamento foi suspenso a pedido de vista, mas o relator se mostrou favorável ao fim da intervenção. Na sentença do ano passado, o juiz da época, Dorival Moreira dos Santos, afirmou que a intervenção não solucionou os problemas do hospital.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)