Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

26/12/2005 09:35

Sancionada com veto lei que proíbe celular em presídios

João Prestes / Campo Grande News

O Diário Oficial de hoje traz a sansão com veto parcial do Executivo ao projeto de lei de autoria do deputado estadual Semy Ferraz (PT), que obriga as operadoras de telefonia celular a interromper o sinal de comunicação nas áreas de presídios, cadeias públicas ou centros de detenção. Apenas um artigo foi vetado, que não altera o teor da matéria. No artigo 5° o legislador estipulava prazo de 90 dias para o governo do Estado regulamentar a lei, o Executivo alega que não compete à Assembléia dispor sobre o assunto.

“O artigo 5º é inconstitucional por agredir a Constituição Federal, bem como a Estadual, uma vez que não cabe ao Poder Legislativo impor ao Poder Executivo prazo para regulamentar lei”, diz o veto.

O governo alega, ainda, que não há necessidade de regulamentar a lei. “Trata-se de uma lei auto-aplicável, não possuindo pontos omissos ou obscuros que necessitem de regulamentação. A sua plena execução já está disposta no corpo do texto.”

A lei explica como se dará a obstrução do sinal de comunicação. “O diretor da unidade prisional, a autoridade policial, o representante do Ministério Público ou o responsável pela unidade carcerária representará ao juiz indicando o local onde deverá ser interrompido o referido sinal. O juiz determinará às concessionárias a imediata interrupção do sinal dos telefones celulares. As concessionárias de telefonia móvel deverão indicar o mecanismo técnico viável para a interrupção do sinal.”

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Novembro de 2017
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)