Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/04/2005 08:18

Salvo-conduto a Guitiérrez prevê direito de extradição

Érica Santana/ABr

O salvo-conduto concedido pelo governo do Equador para autorizar o ex-presidente Lucio Gutiérrez a deixar o país e se tornar um asilado político no Brasil prevê, em seu última parágrafo, o direito do solicitar a imediata extradição do político.

Gutiérrez está sendo acusado pela população equatoriana de ter autorizado o endurecimento da ação policial contra manifestantes que pediam a sua saída nos últimos dias. Centenas de equatorianos ficaram feridos durante os confrontos com os policiais, e pelo menos uma morte foi registrada – a do fotógrafo Julio Garcia.

O governo brasileiro manteve em sigilo as informações sobre a liberação do salvo-conduto do ex-presidente do Equador Lucio Gutiérrez por questões de segurança. O salvo-conduto foi concedido na sexta-feira, mas só foi confirmado oficialmente após a saída de Gutiérrez do país. O documento era necessário para assegurar a integridade e liberdade do presidente deposto até seu embarque para o Brasil.

A autorização foi assinada pelo novo presidente do país, Alfredo Palácio, e pelo ministro das Relações Exteriores do Equador, Antonio Parra Gil. O texto cita, inclusive, a nota diplomática brasileira que objetivava explicar a concessão de asilo político com a proposta de "contribuir com a estabilidade democrática equatoriana e com o retorno a normalidade" da situação interna do país.

Gutiérrez, que foi destituído pela votação de 60 deputados na última quarta-feira (20), desembarcou no Brasil e ficará hospedado no Hotel de Trânsito de Oficiais do Quartel General do Exército Brasileiro, em Brasília, até a formalização de seu visto territorial. Na sua chegada, foi recebido por um grupo de mulheres e filhos de militares brasileiros. Lucio Gutíerrez chegou a Brasília acompanhado da mulher Ximena Bohórquez e da filha mais nova do casal, Viviana Estefanía, de 15 anos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)