Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/01/2015 10:12

Salário vai a R$ 33,7 mil no STF e cria efeito cascata em todos os poderes

Aline dos Santos, Campo Grande News

Teto do funcionalismo público, o salário dos ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) foi fixado em R$ 33.763. O valor consta na Lei 13.091, publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, e é retroativo a primeiro de janeiro. Antes, o subsídio mensal para os ministro do Supremo era de R$ 29.462,25. O reajuste de 14,5% deve criar um efeito cascata e elevar os salários de juízes, promotores, deputados federais e estaduais, senadores, secretários, governador, vice-governadora, prefeitos e vereadores.

 

O pedido inicial era reajuste para R$ 35.900. O aumento foi aprovado pelo Congresso em dezembro do ano passado. Também no fim de 2014, senadores e deputados federais aumentaram os salários de R$ 26.723,13 para R$ 33.763.

Conforme a Agência Câmara, o orçamento do governo federal, que será votado em fevereiro, destina cerca de R$ 900 milhões para arcar com o reajuste dos ministros do STF, parlamentares e procurador-geral da República.

O aumento no teto de remuneração na administração tem efeito cascata, com reflexo nos salários de deputados estaduais, vereadores, governador, secretários e desembargadores.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul aprovou no dia 10 de dezembro projetos prevendo reajuste de até 22% no salário dos deputados estaduais, secretários, vice e do governador a partir de 2015. A proposta fixa percentual do subsídio do executivo e legislativo estadual baseado nos vencimentos do STF (Supremo Tribunal Federal) e da Câmara dos Deputados.

A Câmara Municipal de Campo Grande aprovou reajustes para entrar em vigor em 1º de janeiro de 2017. O vencimento do prefeito pode passar de R$ 20.412,42 para R$ 25,7 mil. O vencimento dos vereadores passará de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil. O subsídio dos secretários também subirá de 26,3%, de R$ 8,5 mil para R$ 10,7 mil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)