Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

19/06/2008 14:02

Salário mínimo rural tem aumento de 12% em MS

Fabiane Sato

Representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL) e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri) debateram nesta quarta-feira (18) a pauta de reivindicações referentes à Convenção Coletiva do Trabalho. A Convenção terá vigência de 1º de julho de 2008 a 30 de junho de 2010. Além da Convenção, também foi estabelecido o piso salarial que será de R$ 464,80, um aumento de 12% em relação ao salário mínimo atual.

Os trabalhadores rurais que recebem acima do salário mínimo até o valor de R$ 929,60 terão um aumento de 6,92%. Acima deste valor – de R$ 929,60 –, empregados e empregadores poderão negociar livremente. Conforme o presidente da FAMASUL, Ademar Silva Junior, essa foi uma das poucas vezes que o salário foi decidido na primeira mesa redonda. “Isso demonstra a coerência e o equilíbrio das relações entre empregados e empregadores no campo”, destacou.

A Comissão formada para debater com os trabalhadores envolveu os Sindicatos Rurais de Coxim, Bandeirantes, Sindicorte, Ponta Porã, Amambai, São Gabriel do Oeste e Campo Grande, além dos representantes da assessoria jurídica da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL) - Gervásio Alves de Oliveira, Marilda Rodrigues dos Santos e Bevilar Barbosa de Oliveira Júnior -, e do Departamento Sindical – Ana Cecília de Freitas.

O salário mínimo rural e as decisões da Convenção Coletiva do Trabalho serão homologadas no próximo dia 30 de junho e a vigência é de 1º de julho de 2008.


Abaixo as alterações, conforme repassado pela assessoria jurídica:


Cláusula 1ª


A vigência da Convenção Coletiva do Trabalho será de 1º de julho de 2008 a 30 de junho de 2010.


Cláusula 2ª

O piso salarial será de R$ 464,80, aumento de 12%.


§ 1º A partir de 1º de julho de 2008, os trabalhadores que recebem acima do piso previsto no caput até o valor de R$ 929,60 – 6,92%. Aos trabalhadores que percebem acima desse valor, a negociação será livre entre empregado e empregador.


§ 2º Para fins de aplicação do índice previsto no § anterior, serão descontados eventuais reajustes concedidos nos últimos 12 meses.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)