Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/06/2008 14:02

Salário mínimo rural tem aumento de 12% em MS

Fabiane Sato

Representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL) e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri) debateram nesta quarta-feira (18) a pauta de reivindicações referentes à Convenção Coletiva do Trabalho. A Convenção terá vigência de 1º de julho de 2008 a 30 de junho de 2010. Além da Convenção, também foi estabelecido o piso salarial que será de R$ 464,80, um aumento de 12% em relação ao salário mínimo atual.

Os trabalhadores rurais que recebem acima do salário mínimo até o valor de R$ 929,60 terão um aumento de 6,92%. Acima deste valor – de R$ 929,60 –, empregados e empregadores poderão negociar livremente. Conforme o presidente da FAMASUL, Ademar Silva Junior, essa foi uma das poucas vezes que o salário foi decidido na primeira mesa redonda. “Isso demonstra a coerência e o equilíbrio das relações entre empregados e empregadores no campo”, destacou.

A Comissão formada para debater com os trabalhadores envolveu os Sindicatos Rurais de Coxim, Bandeirantes, Sindicorte, Ponta Porã, Amambai, São Gabriel do Oeste e Campo Grande, além dos representantes da assessoria jurídica da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL) - Gervásio Alves de Oliveira, Marilda Rodrigues dos Santos e Bevilar Barbosa de Oliveira Júnior -, e do Departamento Sindical – Ana Cecília de Freitas.

O salário mínimo rural e as decisões da Convenção Coletiva do Trabalho serão homologadas no próximo dia 30 de junho e a vigência é de 1º de julho de 2008.


Abaixo as alterações, conforme repassado pela assessoria jurídica:


Cláusula 1ª


A vigência da Convenção Coletiva do Trabalho será de 1º de julho de 2008 a 30 de junho de 2010.


Cláusula 2ª

O piso salarial será de R$ 464,80, aumento de 12%.


§ 1º A partir de 1º de julho de 2008, os trabalhadores que recebem acima do piso previsto no caput até o valor de R$ 929,60 – 6,92%. Aos trabalhadores que percebem acima desse valor, a negociação será livre entre empregado e empregador.


§ 2º Para fins de aplicação do índice previsto no § anterior, serão descontados eventuais reajustes concedidos nos últimos 12 meses.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)