Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/04/2005 07:40

Saiba mais sobre o papa João Paulo 2º

Nos 26 anos em que esteve no Vaticano, João Paulo 2º fez campanha pela paz e pelos direitos humanos, aproximou a Igreja Católica de outras religiões e culturas, defendeu as liberdades individuais, mas condenou o uso de preservativos numa época que viu surgir a Aids.

Nascido na Polônia comunista, Karol Josef Wojtyla teve o terceiro maior pontificado da história do catolicismo. Foi considerado um militante anticomunista, que ajudou a derrotar as ditaduras socialistas do Leste Europeu e a esfriar a Guerra Fria.

Criticou as injustiças e desigualdades promovidas pelo capitalismo. Pediu a paz no Oriente Médio, condenou os atentados terroristas e opôs-se à invasão do Iraque, classificando-a de "imoral e injusta".

Na tentativa de preparar uma velha igreja para chegar ao terceiro milênio, João Paulo 2º adotou uma postura progressista socialmente, mas ao mesmo tempo conservadora religiosamente.

Ao mesmo tempo em que defendia veemente os direitos humanos, criticando, por exemplo, a globalização como instrumento de acentuação da desigualdade social e concentração de renda, era um inflexível moralista quanto à biotecnologia e à sexualidade.

Na encíclica "Sollcitudo Rei Socialis" [Preocupação com a Realidade Social], de 30 de dezembro de 1987, propunha uma nova ordem social, enfatizando problemas de distribuição de renda e políticas financeiras dos governos.

Porém a oposição ao homossexualismo, ao aborto ou qualquer prática contracepcional [mesmo para o caso de prevenção à Aids], à fecundação artificial, à manipulação genética e à eutanásia lhe custou severas críticas de diversos setores da sociedade.

O registro dessa postura está nas encíclicas "Veritatis Splendor" (Esplendor da Verdade), de 6 de agosto de 1993, e "Evangeli um Vitae" (Evangelho da Vida), de 25 de março de 1995.

Unidade católica

A virada do milênio foi uma espécie de obsessão para o papa. Uma de suas primeiras declarações ao sentar na cadeira de Pedro teria sido: "Tive medo de receber esta nomeação". A afirmação não decorria de insegurança pessoal, mas da consciência de que a igreja deveria enfrentar desafios apocalípticos na fronteira do milênio.

Essa preocupação estava presente em sua penúltima encíclica [carta papal], "Fides et Ratio" (Fé e Razão), de 14 de setembro de 1998, em que criticou a separação entre teologia e filosofia, que afirmava ser a marca do século 20.

A principal meta pessoal do Santo Padre foi manter a grande disciplina e o consenso diretivo de toda a instituição eclesiástica. Por uma igreja forte e coesa diante da cultura fragmentada e neo-liberal, não permitia o dissenso teológico e exigiu cuidado redobrado quanto às liturgias inculturadas e sincréticas.

Em todo o mundo, as principais dioceses passaram a ser orientados por conservadores. Chegou a polemizar ao apoiar grupos de extrema direita, como a Opus Dei. No Brasil, por exemplo, reprimiu a Teologia da Libertação e tirou o vigor das CEBs (Comunidades Eclesiásticas de Base).

Como resultado, assistiu à queda do número de casamentos civis e religiosos, à fuga de fiéis para religiões híbridas e ao afastamento da juventude e dos acadêmicos universitários, que se aproximaram do secularismo, do ateísmo pragmático ou do neo-paganismo emergentes.

Grande comunicador

Amante da poesia e da dramaturgia na juventude, Karol Josef Wojtyla cursou literatura e teologia. Duas de suas grandes habilidades eram a fluência em várias línguas [polonês, italiano, inglês, francês, alemão, espanhol, português e latim] e a diplomacia.

Viveu nos limites das culturas, viajou o mundo inteiro [125 países, em 104 viagens oficiais internacionais] e buscou uma aproximação das religiões em torno da fé, sem atuação política e condenando quem mata em nome de Deus.

Porém sua atuação contra o comunismo na juventude e sua quarta encíclica, Slavorum Apostoli (Os Apóstolos do Eslavos), deu-lhe fama de anticomunista.

Essa carta papal de 2 de junho de 1985 foi talvez seu primeiro gesto contundente e explícito em prol da derrubada do comunismo na Europa, que por coincidência caiu primeiro em sua pátria.

Também foi criticado por ter inclinação ao judaísmo, devido a seus amigos judeus na infância e adolescência na Polônia.

Atuação

João Paulo 2º foi o papa que mais beatificou (1.338 proclamados) e mais canonizou (482 santos) na história. Nomeou mais da metade dos bispos do planeta e quase todos os cardeais eleitores do atual colégio cardinalício.

Nenhum outro papa realizou tantos encontros: mais de 18 milhões de peregrinos participaram de uma de suas 1.160 audiências e realizou 982 encontros oficiais com chefes de Estado.

Outro grande legado foi a alteração do rosário em outubro de 2002, pela primeira vez em nove séculos. Acrescentou mais um bloco de cinco mistérios (luminosos), ligados à vida pública de Cristo: o batismo de Jesus [ponto inicial de sua vida pública], a auto-revelação nas bodas de Caná [quando Jesus transformou água em vinho nessa cidade da Galiléia], o anúncio do reino de Deus, a transfiguração [estado glorioso em que Jesus apareceu aos apóstolos no monte Tabor e ponto culminante de sua vida pública] e a instituição da eucaristia.

Os três blocos anteriores são gozosos, dolorosos e gloriosos. Os gozosos são rezados às segundas e aos sábados; os dolorosos, às terças e às sextas; os gloriosos, às quartas e aos domingos; os da luz, às quintas.



Folha

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)