Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/03/2005 14:32

Saiba mais sobre o Movimento dos Sem-Universidade

Agência Brasil

O Movimento dos Sem-Universidade (MSU) surgiu com esse nome em 2001, a partir da organização de movimentos sociais ligados aos cursinhos populares e hoje já possui representação em 10 estados brasileiros. A denominação foi dada pelo bispo de São Félix do Araguaia, Dom Pedro Casaldáliga, símbolo das lutas dos excluídos no Brasil. "O movimento atua com formação, ação, organização com parcerias sociais, no sentido de abrir as portas das universidades para o povo", ressalta o coordenador do MSU, Sérgio Custódio.

Custódio explica que o movimento é fruto da organização dos cursinhos populares, de experiências localizadas nas periferias do Brasil, principalmente das grandes cidades. Ele lembra que os cursinhos populares começaram a atuar no início dos anos 60, mas ganharam mais força nos anos 90 com a retomada dos trabalhos e quando houve a expansão do ensino privado. Os cursinhos são organizados em comunidades, igrejas, paróquias, escolas públicas. "Juntando um pé na universidade e um pé na periferia", enfatiza o coordenador.

Segundo ele, as preocupações do jovem mais pobre, excluído dos grupos da classe média começaram a surgir dentro das salas-de-aula com discussões de problemas que faziam parte do cotidiano desses estudantes: alto custo das taxas do vestibular, falta de vagas na universidade pública, a criação de cursos noturnos. "Por que é preciso pagar a taxa do vestibular? Nós precisamos fazer uma luta pelas isenções das taxas do vestibular, porque o povo quer fazer o vestibular e não consegue nem fazer a inscrição para o vestibular", questiona ele.

Ele ressaltou ainda, que a estrutura criada pelos cursinhos funciona como a parte prática do movimento que tem, como ações políticas em busca de mais acesso ao ensino superior. "Os cursinhos populares são uma forma de o MSU não ser apenas feito de discursos, para ser um trabalho de fato nas diversas regiões do Brasil", explica.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)