Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/09/2015 07:30

Saiba a verdade sobre seis mitos da menstruação

Patricia Macedo, assessoria

Apesar de ser assunto recorrente na vida de uma mulher, a menstruação ainda gera muitas dúvidas. Existem informações que são passadas de geração para geração, mas que nem sempre possuem uma explicação médica. Às vezes, por timidez, a paciente não pergunta para um profissional e a dúvida persiste.

Abaixo, o Dr. Gilberto Nagahama, ginecologista do Hospital San Paolo, centro hospitalar localizado na zona norte de São Paulo, esclarece alguns mitos que ainda sobrevivem entre as mulheres:

1-Durante a menstruação não há gravidez - Na teoria, não é possível. Já que menstruação é a "descamação" do endométrio, camada que é preparada para receber a gestação. Porém, o corpo não é uma máquina exata. É sempre bom tomar medidas preventivas para evitar o risco.

2- Mulheres com muita convivência menstruam simultaneamente - Não é verdade. Cada pessoa tem seu corpo e suas manifestações são totalmente individuais. Isso não depende do convívio.

3- As relações sexuais são mais prazerosas durante a menstruação - Não é verdade. O período de maior desejo sexual é justamente o de ovulação que corresponde aproximadamente ao 14° dia do ciclo menstrual. Acreditamos que muitas pacientes tem mais prazer justamente por ficarem despreocupadas com o risco de engravidar.

4-É errado fazer exercícios físicos durante a menstruação - Não é verdade. Os exercícios físicos ajudam a controlar a dor das cólicas devido à liberação de hormônios de prazer como endorfinas. Além disso, promovem dilatação dos vasos ao diminuir a concentração no sangue de prostaglandinas.

5- Mulheres virgens não podem usar absorventes internos - Não é verdade. O hímen tem até 2,5 cm de abertura na puberdade e o absorvente interno até 1,9cm.

6- Ter relações sexuais menstruada aumenta risco de contrair DSTs - Não é verdade. Exceto quando a mulher é portadora do vírus HIV, pois o sangue menstrual contém vírus, o que pode aumentar o risco de transmissão. Fazer sexo sem proteção adequada, menstruada ou não, é o que aumenta o risco de contrair qualquer doença sexualmente transmissível.

 

Com informações de  Gilberto Nagahama, médico ginecologista do Hospital San Paolo, Centro Hospitalar Localizado na Zona Norte de São Paulo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)