Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/10/2004 14:09

Safra dos EUA baixa preços no Brasil

Famasul Noticías

Mais de 84 milhões de toneladas de soja, 294 milhões de toneladas de milho e 58 milhões de toneladas de trigo devem jorrar das fronteiras norte-americanas mundo afora no próximo ano. Puxando, a reboque, os preços dos grãos para baixo.

A previsão é do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), e consta do último relatório de produção de grãos, divulgado este mês. Os recordes somam-se ainda à probabilidade de safras cheias também no Brasil e na Argentina.

É a lei da oferta e da procura, que não assusta mais produtores e traders. Mas devem se preparar para um ciclo de preços mais baixos.

- Para a soja, a produção prevista significa o fim de um ciclo de alta - sentencia Anderson Galvão, diretor da consultoria Céleres.

A fase de baixa, diz, deve perdurar por dois ou três anos, assim como a alta vivida entre 2001 e 2003.

O produtor tradicional tem de "segurar seus custos" e estreitar a margem de rentabilidade, diz Getúlio Pernambuco, chefe do departamento econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), porque precisa praticar as cotações internacionais. Sérgio Mendes, diretor-executivo da Associação Nacional de Exportadores de Cereais (Anec), observa que isso não é problema para os norte-americanos, cuja produção é apoiada por subsídios.

- Se o preço hoje é de US$ 5,14 por bushel, receberão US$ 5,80 de qualquer jeito - lembra Antônio Sartori, da corretora Brasoja.

Mas o brasileiro tem de dançar conforme a música, o que fica mais complicado em um ano em que os custos de produção subiram até 30%. O diretor-executivo da Anec acredita que os volumes negociados com o Exterior não sofrerão redução. Irmfried Schmiedt, gerente da Cooperativa Tritícola do Alto Jacuí, está confiante nisso porque "China e Índia continuam consumindo muito".

Autor:
CNA/Zero Hora - RS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)