Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/12/2009 11:15

RS pode perder 1 mi de toneladas de arroz pela chuva

Agência Brasil/ Lúcia Nórcio

As perdas nas lavouras de arroz no Rio Grande do Sul por causa da chuva podem chegar a 1 milhão de toneladas nesta safra, 12% a menos do que foi colhido no ano passado. O estado é o maior produtor nacional de arroz, contribuindo com 63,1 % da produção brasileira. A estimativa era colher 8 milhões de toneladas.

Segundo o presidente do Instituto Rio-Grandense do Arroz (Irga), Maurício Miguel Fischer, o consumo anual de arroz no Brasil é de 12,8 milhões de toneladas. Portanto, essa redução corresponde aproximadamente ao total consumido em um mês no país.

“Cerca de 240 mil hectares da cultura estão submersos há vários dias devido às chuvas. Nessa área, 110 mil hectares já haviam sido plantados e restam 130 mil para serem plantados”, informou. De acordo com o presidente, o estado conseguiu, após dialogar com o Ministério da Agricultura, estender o prazo para o plantio, que se encerraria ontem (10), até o dia 20 de dezembro. Agora, de acordo com ele, tudo vai depender das condições climáticas. “Nosso prejuízo nesta safra já chega a aproximadamente R$ 700 milhões”, disse Fischer à Agência Brasil.

No que depender da meteorologia, por enquanto não há condições para o replantio, o plantio ou uma avaliação mais detalhada da situação. A previsão para hoje (11) e para os próximos dias, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é de pancadas de chuva, moderadas e fortes, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento. Há possibilidade de queda de granizo em áreas isoladas.

O presidente do Irga disse que o último levantamento mostra que a área plantada até agora é de aproximadamente 80%. Em 2008, no mesmo período, já tinham sido plantados 98,3% da área ou o correspondente a 1,087 mil hectares.

Na avaliação de Miguel Fischer, não haverá problemas de abastecimento devido a essas perdas, o que poderá ocorrer é o aumento dos preços, entre 10% e 15%. "O Brasil importa arroz do Uruguai, da Argentina e do Paraguai, embora esses países também estejam com a produção comprometida devido ao clima. Aliás, isso vem acontecendo em todo o cenário mundial, por se tratar de uma cultura muito suscetível às catástrofes”, acrescentou.


De acordo com o presidente do Irga, atualmente os maiores produtores mundiais importam arroz, como é o caso da Índia.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)