Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/08/2007 09:20

RS: laticínios brigam contra medida da Anvisa

MilkPoint

Segundo o secretário executivo do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados do Leite (Sindilat), Darlan Palharini, pelo menos 100 empresas em todo o Brasil optaram pelo caminho judicial para questionar a regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sobre a venda de alimentos e produtos para crianças de primeira infância, que determina uma inscrição nas embalagens de leite.

Em seis meses de alongamento do prazo de adaptação à lei, indústrias e produtores conseguiram apenas que a expressão "adverte" mudasse para "aviso importante". Mas o governo federal mantém a exigência de que a mensagem seja na parte frontal das embalagens, assim como a manutenção do veto de uso de figuras, fotos e imagens humanizadas.

Entre as penalidades estão a aplicação de multa e a apreensão do produto. Entretanto, a decisão parcial de uma liminar concedida pela Justiça Federal proíbe a autuação de empresas que estiverem usando essas imagens, exceto a de bebês, e que tragam a mensagem de restrição de consumo na lateral da embalagem.

De acodo a Anvisa, a norma tem como objetivo estimular o aleitamento materno, mas a cadeia produtiva acredita que o aviso remete à idéia de que o produto é prejudicial à saúde.

Além disso, a normatização seria falha ao não determinar o tipo e tamanho de letra do aviso, o que pode dificultar a aprovação de novas embalagens pelo Ministério da Agricultura. "Queremos negociar para encontrar uma medida que contemple a preocupação de estimular o aleitamento materno, sem prejuízo à produtores e indústrias", explicou Palharini.

O presidente das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul, Clóvis Marcelo Roesler, disse que mesmo com a retirada da advertência, teme que em médio e longo prazo a legislação cause impacto no consumo, e que pode haver elevação de custos com o desenvolvimento de novas embalagens.

As informações são de Patrícia Meira, do Zero Hora/RS.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)