Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/03/2011 11:50

Rosildo Barcellos: Todo cuidado é pouco

Prof. Rosildo Barcellos

As vezes fico pensando que um cidadão precisa estudar anos para conseguir falar fluentemente qualquer outro idioma.O nosso próprio idioma tem as suas dificuldades e mesmo sendo escritor e articulista há anos,tenho meus equívocos gramaticais. Penso da mesma forma em quantos anos temos que dedicar para poder interpretar uma partitura ou ainda meses para poder aprender a entender um computador, e quando aprende este, já encontramos um nova versão. Entretanto, conduzir um automotor parece ser suficiente um pouco mais de vinte horas. Ao meu ver o que pensamos para melhorar o trânsito já começa em desvantagem, já que os condutores não estão preparados para respeitar essas mesmas leis ou nem tomam consciência que elas existem.

Vejo muitos motoristas reclamarem das condições de vias e da falta de sinalização quando estão sendo autuados por algum deslize. Como reclamar da falta de sinalização se a primeira coisa que fazemos é desrespeitá-la. Evidentemente os governos têm grandes responsabilidades na promoção de atividades para a melhoria do sistema de trânsito, seja na educação, na fiscalização ou na parte da engenharia. Mas é fundamental que todos nós, ao exercermos nossos papéis neste sistema, sigamos as normas, cobrando nossos direitos e precípuamente cumprindo nossos deveres, sendo cidadãos educados e nos colocando como figuras protagonistas para um trânsito mais
seguro. Assim, poderemos ter menos mortes e sofrimentos.E nesse sentido o primeiro ato é entender bem uma placa de sinalização e o que ela nos quer transmitir.

Assim notei que sem alarde e sem explicação foram trocadas várias placas de sinalização na BR 262 sentido Dois Irmãos do Buriti – Miranda. É legal...sim é legal pois a norma que a autorizou foi supedâneada ao referendar em sua integridade a Deliberação n.º 86, de 25 de novembro de 2009 além de acrescer os §§ 5º, 6º e 7° ao art. 5º da Resolução CONTRAN Nº 146, de 27 de agosto de 2003.Destarte quando o local ou trecho da via possuir velocidade máxima permitida por tipo de veículo, o sinal de regulamentação R-19 \\\'Velocidade Máxima Permitida\\\' vai estar acompanhado da informação complementar: veículos leves e veículos pesados. Considerando todavia que os \\\'VEÍCULOS LEVES\\\' estarão correspondendo a ciclomotor, motoneta, motocicleta, triciclo, quadriciclo, automóvel, utilitário, caminhonete e camioneta.

Já os \\\'VEÍCULOS PESADOS\\\' estarão correspondendo a ônibus, microônibus, caminhão, caminhão-trator, trator de rodas, trator misto, chassi-plataforma, motor-casa, reboque ou semi-reboque e suas combinações.Urge ressaltar entretanto que \\\'VEÍCULO LEVE\\\' tracionando outro veículo se equipara a \\\'VEÍCULO PESADO\\\' para fins de fiscalização.Ou seja,tome muito cuidado neste item posto que se seu veículo sendo leve atrelar algo para transportar uma pequena embarcação,por exemplo esta será considerada como veículo pesado e sua velocidade automaticamente muda para a escala menor.

Outra preocupação neste mesmo trecho e deslocando-se até a cidade de Corumbá; remonta na questão do atropelamento de animais.É importante que seja redobrada a atenção e o cuidado neste segmento para evitar atropelamentos de animais silvestres que estão cortando a rodovia para fugir da cheia. Pois além dos danos ambientais, o perigo de acidentes eleva-se tanto no trânsito noturno quanto no diurno.Soma-se a isso e também por causa da cheia, o aumento do número de \\\"comitivas\\\" que transitam pela rodovia obrigando os motoristas a terem, além de cuidado, muita paciência.Urge ressaltar aos motoristas que vários acessos da Estrada Parque estão alagados, onde o deslocamento com todo tipo de veículo está inviável e muitos encontram-se isolados pelas águas e sendo assim; todo cuidado é pouco.Soma-se isso a outros pontos do estado com problemas devido as intempéries do tempo que é o caso da BR158 proximo a Paranaíba.O prazo para ficar pronto a passagem de veículos não será inferior a uma semana.

*Articulista


O Cassilandianews não se responsabiliza por artigos ou opiniões com autoria.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)