Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/01/2004 17:31

Roraima: posseiros afirmam que situação vai se agravar

Luciana Vasconcelos/ABr

Manifestantes contrários a homologação contínua da reserva índigena Raposa Serra do Sol, em Roraima , vão questionar judicialmente a decisão do governo federal. O produtor Paulo Cézar Quartiero disse que "a decisão não resolve o impasse em Roraima, pelo contrário, agrava". Ele afirmou que não vai desistir de lutar por suas terras, um total de 5 mil hectares, como afirma "será complicado começar novamente do zero".

O ministro da Justiça, Márcio Thómaz Bastos, reafirmou na sexta-feira (10) ao governador de Roraima, Flamarion Portela e a deputados estaduais, a decisão do governo federal de homologar as terras de forma contínua. Com isso, quase 700 não índios terão que deixar a reserva de 1,7 milhão de hectares. Mas, segundo o ministro, será criado um comitê de transição para tratar das indenizações e da transferência das pessoas do local de forma gradual.

Durante quatro dias, a capital Boa Vista foi palco de manifestações de fazendeiros, índios e posseiros. Os manifestantes invadiram a sede do Incra e da Funai e fecharam as estradas de acesso à capital. Também foram feitos reféns três missionários que trabalham em uma aldéia da reserva. Vivem na reserva Raposa Serra do Sol cerca de 15 mil índios.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)